Thomas Pidcock tornou-se o primeiro britânico a vencer a Amstel Gold Race. Segundo em 2021 e terceiro em 2023, o corredor da INEOS ganhou finalmente esta clássica nos País Baixos, impondo em sprint num grupo de quatro elementos que se destacou a 12 quilómetros da meta e chegou isolado ao final dos 253,6 quilómetros, entre Maastricht e Berg en Terblijt.

PUB
Riese & Müller Multitinker

O suíço Marc Hirschi (UAE Emirates) e do belga Tiesj Benoot (Visma-Lease a bike) foram segundo e terceiro classificados, respetivamente.

Embora ainda não tenha vencido qualquer um dos cinco ‘monumentos’, Pidcock, de 24 anos, conquistou a segunda clássica do World Tour da carreira, depois de ter triunfado na Strade Bianchi em 2023, ano em que venceu uma etapa na Volta ao Algarve.

Mathieu van der Poel, principal favorito, depois de ter vencido a Volta a Flandres e o Paris-Roubaix, esteve discreto e terminou no pelotão principal liderado por Michael Matthews (Jayco AlUla). O neerlandês da Alpecin-Deceuninck foi 22.º , a 11 segundos de Pidcock.

No mesmo grupo, concluiu a prova João Almeida (UAE Emirates), na 38.ª posição.

PUB
KTM

Classificação


Créditos da imagem: Ineos Grenadiers Twitter – https://twitter.com/INEOSGrenadiers/status/1779532443080434013/photo/1

Também vais gostar destes!