Steven Kruijswijk e Dylan van Baarle estão fora do Tour. Vítimas mais graves da queda coletiva ocorrida durante a 5.ª etapa do Critério do Dauphiné, os corredores da Visma-Lease a Bike sofreram fraturas diversas e desfalcam a formação dos Países Baixos para a Volta a França, que continua na expectativa da aptidão de Jonas Vingegaard.

PUB
Riese & Müller Multitinker

Ao contrário de Remco Evenepoel (Soudal Quick-Step) ou Primoz Roglic (BORA-hansgrohe), que escaparam com mazelas ligeiras, Steven Kruijswijk e Dylan van Baarle tiveram de ser transportados ao hospital, deixando desde logo antever um diagnóstico negativo.

PUB
Riese & Müller Multitinker

Este chegou ao início da noite: o primeiro sofreu uma “pequena fractura da anca que cicatrizará com repouso”, enquanto o segundo “partiu a clavícula e necessitará de cirurgia”, informou a Visma em comunicado.

Duas horas após o acidente, Grischa Niermann e Tiesj Benoot publicaram declarações no site da equipa. “Já tinham ocorrido algumas quedas, antes, na etapa, por isso fica claro que as estradas estavam bastante escorregadias. A estrada onde aconteceu a queda coletiva não apresentava perigo, mas estava muito escorregadia. Metade do pelotão caiu, incluindo Dylan (van Baarle) e Steven (Kruijswijk). Ambos ficaram muito magoados. A equipa está com muito azar, mas temos que ser resilientes”, explica o diretor desportivo alemão.

Benoot falou do que vi em cima da bicicleta. “Estava com Matteo Jorgenson, Sepp Kuss e Bart Lemmen na frente do pelotão. Logo atrás de nós, um corredor caiu, causando um efeito dominó no grupo. Os nossos acabaram de cumprir, juntos, um estágio em altitude na Sierra Nevada, é extremamente difícil para eles que, na última corrida de preparação para o Tour, sofram um acidente assim e tenha de ficar de fora”, referiu o corredor belga.

Além de Steven Kruijswijk e Dylan van Baarle, mais de 50 corredores estiveram envolvidos neste outono, segundo o diretor da prova, Thierry Gouvenou. Entre os mais afetados e que foram obrigados a abandonar durante a etapa, destacam-se Laurens Huys (Arkéa-B&B Hotels), Rémy Rochas (Groupama-FDJ), Axel Mariault (Cofidis), Rainer Kepplinger (Bahrain -Victorious), Milan Menten (Lotto Dstny) e Adne Holter (Uno-X Mobility) ou Kobe Goossens (Intermarché-Wanty).

A lista pode aumentar enquanto se aguardam os resultados dos exames complementares que alguns corredores realizaram na noite de quinta-feira.

Primoz Roglic (BORA-hansgrohe), Santiago Umba (Astana Qazaqstan) e Jasha Sutterlin (Bahrain Victorious) pareciam particularmente afetados com a situação e ainda não tinha decido se estariam à partida esta sexta-feira. De resto, a maioria dos corredores escapou com escoriações e abrasões cutâneos.


Créditos da imagem: Visma-Lease a Bike Twitter – https://x.com/vismaleaseabike/status/1798768449503809666/photo/1

PUB
Orbea Genius Dealers

Também vais gostar destes!