O Giro deveria inicialmente cruzar o Stelvio na 16.ª etapa, mas foi excluído do percurso devido à previsão de invernia. Parece agora que o Passo Umbrail, que foi incluído no percurso em substituição do Stelvio, também tem está em risco também devido às previsões de más condições climatéricas.

PUB
TrekFest 2024

Depois de muita incerteza, a organização pretende uma partida neutralizada para que ainda se possa fazer parte do percurso em altitude, mas nem todos os corredores estão satisfeitos com essa indecisão. O australiano Ben O’Connor é um dos mais agastados com os organizadores da corsa rosa.

“Acho que é uma das corridas mais mal organizadas em que participei. Honestamente, em 99% das outras situações isso nunca aconteceria. É triste que em 2024 ainda haja dinossauros que ainda não percebem o lado humano deste tipo de incidências”, disse O’Connor ao Eurosport antes do início da etapa.

“Gostaria de subir, mas não acima de 2500 metros. Faz cinco graus, está a chover muito e até a nevar à altitude. Por isso, fica muito claro que devíamos começar mais baixo e fazer o resto do percurso. Assim, ainda se pode fazer a corrida”, declarou o corredor da Decathlon AG2R.

“Gostaria de ver os organizadores na nossa posição. Ficaria muito curioso de ver como eles ficariam após algumas horas na bicicleta sob aquelas condições climatéricas. Aí certamente que ficariam com uma ideia mais precisa de como é”, finaliza O’Connor.


Crédito da imagem: decathlon AG2R RLM Twitter – https://x.com/decathlonAG2RLM/status/1792875747868078302/photo/2

PUB
Specialized Levo

Também vais gostar destes!