A Ducati já nos surpreendeu há uns tempos ao apresentar a sua e-bike de exclusiva conceção baseada na Thok MIG, numa abordagem all-mountain/enduro,. E também mais recentemente com a e-road Futa, certo?

PUB
TrekFest 2024

A ideia é sempre proporcionar mais exclusividade incluindo em cada modelo componentes de gama alta e um design típico da marca, cuja legião de fãs é interminável, isto entre as motos, também.

Ducati TK-01 RR LE em ação…

Agora, para esta temporada de 2022, a popular Ducati MIG-S atualiza-se e incorpora (finalmente) o mais que testado motor Shimano EP8 com todas as suas particularidades já conhecidas: 2,6 kg de peso, 85 Nm e um máximo de assistência à pedalagem de 400%. A bateria, neste caso, tem 630 Wh de capacidade.

A Ducati MIG-S em ação…

Por outro lado, esta nova MIG-S tem também uma decoração desportiva que foi desenhada por Aldo Drudi em colaboração com o Centro Stile Ducati.

PUB
Nova Trek Supercaliber

Quanto ao equipamento, esta e-BTT está rodeada de componentes a ter em conta: suspensão frontal RockShox 35 RC de 150 mm, amortecedor RockShox SuperDeluxe de 140 mm, transmissão Sram d12x e travões Sram Guide T de quatro pistões com discos de 203 mm, por exemplo.

A Ducati MIG-S com motor Shimano EP8…

Para complementar, a Ducati MIG-S monta um set de rodas em combinação mullet (a Thok, marca na qual se baseiam as e-bikes da Ducati, foi das primeiras a aliar roda 27,5” atrás e 29” à frente…) e que não são mais do que umas Thok e-plus equipadas com pneus Pirelli Scorpion Enduro S à frente e Scorpion EMTB-S atrás. O preço? 5.590 euros!

Depois há a maior das novidades: a Ducati TK-01RR Limited Edition (vem complementar o modelo TK-01RR já existente), uma versão ainda mais exclusiva e com uma clara orientação para o enduro aos comandos de elétricas.

Proteções de motor da Ducati TK-01 RR em fibra de carbono…

PUB
Giant TCR 2024

Aqui, os componentes são ainda mais de topo que na Ducati MIG-S: a poderosa suspensão frontal Öhlins DH38 de duplo espigão (180 mm de curso) e o amortecedor de mola Öhlins TTX (170 mm de curso) são dois bons exemplos disso mesmo.

A transmissão, neste caso, é um grupo Shimano Di XT eletrónico de 11 velocidades (o motor também é o EP8 da Shimano), enquanto os travões Magura MT7 conta com discos de 220 mm à frente e 203 mm atrás.

As rodas Crankbrothers Synthesis Mullet têm cubos de carbono com espessura variável. Quanto aos periféricos, destaque para o guiador de carbono Renthal, para o selim Fizik com suporte de ferramentas integrado e para as coberturas de carbono para a bateria. O preço aqui “voa”: 10.890 euros!

New Ducati TK-01RR LE

Mais info:

Também vais gostar destes!