Tão-só a dez dias do início da 104.ª edição do Giro de Italia, que se disputa entre 8 a 30 de maio, a organização da corrida divulgou a lista provisória de participantes, com um cartaz repleto de estrelas que promete abrilhantar a Corsa Rosa.

PUB
Giant TCR 2024

Candidatos não faltam, uns mais prováveis ou assumidos do que outros, a levantar o Troféu Senza Fine, no final, em Milão. O colombiano Egan Bernal (Ineos Grenadiers), que envergará o dorsal número 1 após a vitória do seu companheiro de equipa Tao Geoghegan Hart no ano passado e devido à ausência deste em 2021, é certamente um dos principais favoritos, apesar dos rumores – entretanto desmentidos pela Ineos – sobre limitações físicas decorrentes do problema nas costas que o afetou no Tour de França de 2020.

Simon Yates (Team Bike Exchange), que deverá chegar em grande forma ao início da prova italiana, depois de se impor com autoridade no recente Tour dos Alpes, será um dos maiores candidatos, tal como serão, pelo menos no ‘papel’, Mikel Landa (Bahrain Vitorious), George Bennett (Jumbo-Visma), Aleksandr Vlasov (Astana-Premier Tech) ou Emanuel Buchmann (Bora-Hansgrohe).

João Almeida terá, igualmente, pretensões aos primeiros lugares da classificação geral, após o brilharete na edição do ano passado, em que conquistou um ótimo quarto lugar final, estando 15 dias de camisola rosa. O jovem português terá, na equipa Deceuninck-QuickStep, a coqueluche Remco Evenepoel, que regressa às corridas após o acidente no Giro da Lombardia em agosto de 2020 e por isso constitui uma enorme interrogação.

PUB
Specialized Levo

Dúvida também é a de Vincenzo Nibali (Trek-Segafredo), ainda está a recuperar de uma cirurgia por fratura do rádio do braço direito, e que terá a seu lado Bauke Mollema, que esta temporada ainda não conseguiu resultados relevantes.

A ter em conta, na equipa DSM (ex-Sunweb) os dois líderes, Jai Hindley, segundo no Giro 2020, e Romain Bardet, duas vezes pódio no Tour de França.

A lista de candidatos a lutar pelas primeiras posições da geral é muito mais ampla e inclui Hugh Carthy (EF Education – Nippo) – em que Ruben Guerreiro será um joker a utilizar em etapas de montanha, o vencedor da camisola azul desta prestigiada classificação em 2020 -, Dan Martin (Israel Start-Up Nation), Pavel Sivakov e Daniel Martinez (Ineos Grenadiers), Domenico Pozzovivo (Team Qhubeka Assos) e Marc Soler (Movistar Team), que terá os serviços de português Nélson Oliveira.

PUB
Orbea Genius Dealers

AS 23 EQUIPAS E OS SEUS PRINCIPAIS CORREDORES

  • Ineos Grenadiers: Egan Bernal, Pavel Sivakov, Daniel Felipe Martinez, Filippo Ganna.
  • AG2R Citroën: Tony Gallopin, Clement Champoussin.
  • Alpecin-Fenix: Tim Merlier, Dries De Bondt.
  • Androni Giocattoli – Sidermec: Jefferson Cepeda, Simon Pellaud.
  • Astana-Premier Tech: Aleksandr Vlasov, Luis León Sanchez, Gorka Izagirre.
  • Bahrain Victorious: Mikel Landa, Pello Bilbao, Gino Mäder.
  • Bardiani: Giovanni Visconti, Enrico Battaglin.
  • Bora-Hansgrohe: Emanuel Buchmann, Felix Grossschartner, Peter Sagan.
  • Cofidis: Elia Viviani, Natnael Berhane
  • Deceuninck-Quick-Step: Remco Evenepoel, JOÃO ALMEIDA, Rémi Cavagna, Fausto Masnada.
  • EF Education-Nippo: Hugh Carthy, RUBEN GUERREIRO, Tejay Van Garderen.
  • Eolo-Kometa: Luca Wackermann, Vincenzo Albanese
  • Groupama-FDJ: Rudy Molard, Tobias Ludvigsson.
  • Wanty-Gobert Matériaux: Jan Hirt, Andrea Pasqualon.
  • Israel Start-Up Nation: Daniel Martin, Alex Dowsett, Alessandro De Marchi.
  • Jumbo-Visma: George Bennett, Tobias Foss, Dylan Groenewegen.
  • Lotto Soudal: Caleb Ewan, Thomas De Gendt.
  • Movistar: Marc Soler, Dario Cataldo, Antonio Pedrero, NÉLSON OLIVEIRA
  • BikeExchange: Simon Yates, Mikel Nieve
  • Team DSM: Jai Hindley, Romain Bardet, Nicolas Roche.
  • Qhubeka Assos: Giacomo Nizzolo, Domenico Pozzovivo, Victor Campenaerts.
  • Trek-Segafredo: Vincenzo Nibali, Bauke Mollema, Giulio Ciccone.
  • UAE Emirates: Davide Formolo, Diego Ulissi, Fernando Gaviria.

Também vais gostar destes!