O francês Victor Lafay (Cofidis) venceu, isolado, a 8.ª etapa do Giro de Itália, após ter sido o mais forte de um grupo de nove fugitivos, que beneficiaram da permissividade do pelotão. O jovem de 25 anos escapou na subida final para a meta.

PUB
Selle SMP

Attila Valter (Groupama-FDJ) terminou num pelotão selecionado de 26 corredores que incluía a maioria dos candidatos aos lugares cimeiros da classificação geral, mantendo a camisola rosa, num dia em que Caleb Ewan (Lotto-Soudal) abandonou a prova, depois de duas vitórias em etapas, ao sprint.

Os únicos, entre os principais, que perderam tempo foram Jai Hindley (Team DSM), que deixou onze segundos, e Pello Bilbao (Bahrain Victorious), que terminou trinta segundos depois de tido uma pequena queda já na subida final.

“Foi um dia muito duro, fazer a fuga pegar foi muito difícil”, disse o vitorioso Lafay no final. “A parte final da etapa foi dura, cerca de dez minutos de esforço… Sabia que [os outros na fuga] não eram trepadores. [Nelson] Oliveira era o melhor, então fiquei de olho nele. Mas estava confiante com minhas pernas e ataquei a 3 km do fim”, explicou o corredor da Cofidis.

PUB
Specialized Levo

Também vais gostar destes!