O italiano Giacomo Nizzolo venceu a sua primeira prova em 2021 e estreou a sua equipa, Qhubeka-Assos, nos triunfos esta temporada, ao impor-se ao sprint na chegada em pelotão compacto da Clássica de Almeria, em Espanha.

PUB
Riese & Müller Multitinker

Nizzolo contrariou o trabalho bem organizado da Deceuninck-Quick Step nos quilómetros finais, varridos pelo vento forte, para o seu corredor Florian Senéchál, depois de a equipa belga ter perdido os seus principais apontados à vitória, o sprinter Alvaro Hodeg numa queda e o regressado Mark Cavendish supostamente por avaria mecânica.

Nos últimos 200 metros antes da linha de meta, na cidade costeira de Roquetas del Mar, Nizzolo foi mais rápido do que Sénéchal, o segundo classificado, e do que Martin Laas, da Bora-Hansgrohe, que terceiro.

“Nunca esperei começar esta temporada tão bem, por isso estou muito satisfeito», disse o italiano de 32 anos, descrevendo a chegada como “complicada, bastante nervosa e técnica em algumas partes, e com o vento a agravar”.

O campeão europeu de estrada já tinha deixado boas indicações na recente prova por etapas Étoile de Bèsseges, mostrando que está de volta à boa forma, após ter abandonado o Tour de França no ano passado com uma lesão no joelho.

PUB
Giant TCR 2024

Também vais gostar destes!