Um especial um pouco mais técnico e que apresenta os diferentes sistemas e medidas que podemos encontrar nos tubos de direção de bicicletas de BTT. Isto de acordo com a nossa visão ao tema, claro, e deixando de lado as direções baseadas em tubos roscados e de 1 polegada, que normalmente surgem mais em modelos para criança ou de passeio apenas.

PUB
Cube Stereo ONE

Este artigo é também a primeira parte de um conjunto de artigos sobre a direção das bicicletas de BTT e estrada que começamos a publicar hoje, pois há muito a dizer sobre este assuntos.

Para já, neste primeiro capítulo queremos focar-nos nos tubos de direção de modelos de BTT, até porque talvez tenham sido estes sistemas que mais evoluiram nos últimos tempos. Veremos já a seguir que medidas foram surgindo de novo, quais foram abandonadas ao longo do tempo, por exemplo.

Esta evolução tem contornos interessantes. Na procura pela máxima rigidez, o sobredimensionamento destes sistemas acabou por ser a opção mais concensual entre os vários fabricantes, o que fez aumentar assim o diâmetro dos tubos de direção, além de surgirem com formas assimétricas (que ajudam a assegurar essa mesma rigidez referida).

Ao surgirem as rodas de 29 polegadas no BTT, a longitude do tubo de direção foi sendo encurtada. Ora, com tubos mais curtos constatou-se que o sobredimensionamento não seria suficiente.

PUB
Orbea Genius Dealers

E apareceram assim os tubos de direção conificados, por assim dizer, que acrescentam uma maior rigidez sem aumentar o peso, pelo que referem as várias marcas, e dando origem ao que é conhecido como o sistema Tapered no design, engenharia e construção da direção da bike.

Tipos de tubo de direção

Como complemento a esta explicação acima, deixamos aqui um resumo dos tipso de direção que têm marcado presença nas bicicletas de BTT ao longos dos últimos anos. Das mais antigas às que encontramos nos modelos de hoje:

  • Standard (1- 1/8 “): Com os tubos de 1” extintos, os de 1-1/8 “ são a opção mais utilizada na gama média-baixa e nas suspensões frontais de coroa dupla para downhill. Mas este tipo está a perder terreno aos poucos… Aqui, o tubo da suspensão frontal é reto e tem um diâmetro de 1-1/8 “, o que equivale a 28,6 mm.

  • Oversized (1-1/4 “): Aumento de diâmetro até aos 31,8 mm. Este tipo já não é utilizado no BTT e está a aparecer de forma menos regular em quadros de estrada. Chegou a ser a evolução lógica do tipo mais standard.

PUB
Giant TCR 2024
  • Super Oversized (1-1/2 “): É conhecida também por ter a medida de 1,5” (38,1 mm). Foi o padrão para a Cannondale até há pouco tempo, que utilizava este diâmetro em tubos retos, gerando assim mais rigidez. Também foi muito popular em quadros de rreeride e downhill até há algumas temporadas atrás.
  • Cónica ou Tapered (1-1/8 “ – 1.5”): Tem sido rotulada como a mais equilibrada de todas, algo que levou à quase padronização das direções dos modelos de cada marca. A sua peculiaridade é a forma cónica do tubo da suspensão frontal, com um diâmetro maior na parte inferior (38,1 mm ou 1,5”) do que na superior (28,6 mm ou 1-1/8 “). Isto leva a um aumento da rigidez com um menor aumento de peso.

  • Cónica ou Tapered Oversized (1-1/8 “ – 1.8”): Como consequência do crescimento da oferta e procura de e-BTT nos últimos tempos está-se a aumentar o diâmetro inferior para dar maior rigidez à direção. As medidas chegam assim aos 45,7 mm (1,8”).

A ter em conta!

Atenção a uma questão importante: não devemos confundir o diâmetro do tubo de direção com o diâmetro da caixa de direção. E alertamos para tal porque temos visto recentemente que surgem diferentes caixas para diferentes estilos e vertantes do BTT, em especial em relação aos e-bikes de montanha, que “pedem” mais rigidez pela utilização mais extrema a que estão expostas (e porque pesam mais…).

A caixa de direção é a parte da cabeça da suspensão frontal onde se encaixa o apoio dos rolamentos da direção. Quanto maiores estes forem, maior tem de ser o espaço que lhes é destinado dentro da caixa, naturalmente. Na parte II desta especial sobre a direção das bicicletas vamos focar este ponto em particular.

O normal é que a caixa sobredimensionada tenha associado um diâmetro de tubo maior (para se obter mais rigidez), mas a verdade é que nem sempre assim é e nem é condição essencial, no fundo. Existem exemplos de novos tipos de caixa desenhados e pensados para as e-BTT, como é o caso de modelos RockShox que incluem caixas de 69 mm nas suas suspensões frontais específicas para BTT. Estas funcionam com tubos Tapered sobredimensionados até às 1,8”.

Também vais querer ler…

Tecnologia de ponta nos capacetes: todos os segredos! [com vídeos]

PUB
Riese & Müller Multitinker

Artigo redigido por José Escotto e editado por Jorge Lopes.

Caso detetes algum erro ou tenhas informação adicional que enriqueça este conteúdo, por favor entra em contacto connosco através deste formulário próprio.

Também vais gostar destes!