Por onde a meteorologia está mais agradável, já se vão realizando provas de ciclismo. Neste arranque de temporada as atenções tendem a ser desviadas para a Austrália, que depois de dois anos de restrições devido à pandemia, vai novamente marcar o arranque de época World Tour com o Tour Down Under. Mas antes, estão a realizar-se os campeonatos nacionais.

PUB
Schwalbe Pro One Tubeless

O jovem Luke Plapp sagrou-se campeão de fundo pela segunda vez consecutiva, enquanto na categoria de elite feminina, Brodie Chapman conquistou pela primeira vez o título aos 31 anos.

Plapp, ciclista da INEOS Grenadiers de apenas 22 anos, bateu a forte concorrência de nomes como Simon Clarke (Israel-Premier Tech) e Michael Matthews (Jayco AlUla) – segundo e terceiro na classificação, respetivamente -, que não resistiram a um ataque a menos de dois mil metros da meta.

No final do circuito de 185,6 quilómetros de Buninyong, Luke Plapp realçou a qualidade dos corredores em prova, até dizendo que quase desejou estar a ver de fora.

“Não sabia como ‘jogar’ hoje. Tentei esperar pelo meu momento e não sei o que aconteceu na última volta… Não acredito no que consegui”, admitiu Plapp, algo incrédulo por ter ganho o título nacional pela segunda vez.

 

Ver esta publicação no Instagram

 

PUB
Specialized Levo

Uma publicação partilhada por AusCycling (@auscyclingaus)

Classificação completa: www.procyclingstats.com

Começar bem a época pela nova equipa

Também foi na última volta (104,4 quilómetros no total) que Brodie Chapman (Trek-Segafredo) atacou para a vitória, deixando a concorrência a mais de meio minuto. Ainda assim, só já perto da meta acreditou que o título ia ser dela.

Fotografia: Zac Williams/Twitter Trek-Segafredo

PUB
Giant TCR 2024

“Acho que só nos últimos 500 metros permiti a mim própria acreditar porque nunca acaba até ter terminado”, salientou Chapman.

A australiana mudou este ano de equipa e admitiu que tal deu-lhe um extra de motivação. E até bateu uma antiga companheira de equipa sua, Grace Brown (FDJ-Suez), que cortou a meta 31 segundos depois.

A fechar o pódio, Amanda Spratt, mais uma experiente corredora reforço da Trek-Segafredo para 2023 e que aos 35 anos demonstra que podem contar com ela para uma boa temporada.

 

PUB
KTM
Ver esta publicação no Instagram

 

Uma publicação partilhada por AusCycling (@auscyclingaus)

Classificação completa: www.procyclingstats.com

Nos restantes escalões, Alastair Mackellar (Israel Cycling Academy) venceu a corrida de sub-23 e em juniores os campeões de fundo foram Joshua Cranage (Crabbe Toitures-CC Chevigny U19) e Felicity Wilson-Haffenden (Team Bridgelane).

Também vais querer ler…

Geraint Thomas despediu-se dos seus Oakley e mostra os novos óculos da INEOS Grenadiers

Fotografia principal: Twitter INEOS Grenadiers

Também vais gostar destes!