Wout van Aert (Jumbo-Visma) triunfou nos Campos Elíseos, em Paris, batendo Jasper Philipsen (Alpecin-Fenix) e Mark Cavendish (Deceuninck-QuickStep) no sprint massivo do final da 21.ª e última etapa do Tour de França de 2021 e somou a terceira vitória nesta edição da corrida.

PUB
Riese & Müller Multitinker

 

O campeão belga retirou a Cavendish o que seria o seu 35.º sucesso em etapas e o novo recorde de vitórias, ultrapassando as de Eddy Merckx. Por isso, britânico não escondeu a frustração pela perda de uma oportunidade que poderá não se repetir, batendo com a mão no guiador da sua bicicleta.

“Este Tour tem sido incrível, uma montanha-russa”, disse Van Aert após o final da jornada. “Terminar com um fim de semana como este está além das expectativas. Uma vitória como esta não tem preço. Obrigado à minha incrível equipa minúscula, especialmente a Mike Teunissen que me colocou numa posição perfeita para sprintar e vencer”, afirmou o corredor da Jumbo-Visma

Tadej Pogacar cruzou a linha em consagração, como é tradicional, perfilado com os seus companheiros da UAE Emirates, confirmando a sua segunda vitória consecutiva no Tour. O esloveno ficou à frente de Jonas Vingegaard (Jumbo-Visma) e Richard Carapaz (Ineos Grenadiers), que fecharam o pódio máximo da corrida francesa.

PUB
Giant TCR 2024

Igualmente pelo segundo ano consecutivo, Pogacar também conquistou as classificações da montanha (camisola às bolas) e da juventude (branca). Cavendish garantiu a camisola verde (pontos), enquanto a Bahrain Victorious venceu por equipas e Franck Bonnamour (B & B Hotels p / b KTM) levou o prémio de super-combatividade.

Também vais gostar destes!