A 3T continua a fazer valer o seu estatuto de marca especializada na criação de bikes de gravel: nesta nova gama Exploro RaceMax tiveram como objetivo principal “colocar a aerodinâmica de uma bicicleta de gravel ao mesmo nível da de uma bicicleta de estrada”.

Exploro RaceMax

E, pelo que dizem, encontraram “a bicicleta de gravel mais rápida do mundo”. Será? Pinta é o que não falta a este modelos, isso e certo. Vejamos pormenores.

Há duas configurações, uma com foco na velocidade pura (a Race) e outra com pneus mais largos que o habitual (a Max). E isto porque os pneus são o cerne da questão do gravel neste momento, garante a 3T. Mas já lá vamos.

Assim, o quadro das RaceMax têm um tubo inferior capaz de capturar o fluxo de ar que sai do pneu dianteiro, um tubo superior estreito e uma forqueta que assume várias formas, dependendo do modelo.

A linha Exploro Race traz rodas de 700c e pneus de 35-42 mm (WAM). A transmissão baseia-se no conjunto Shimano GRX e os preços começam nos 4.199 euros, pois há várias configurações distintas à escolha.

Já os modelos da gama Exploro Max, também a começarem nos 4.199 euros, trazem também Shimano GRX, mas as rodas são 650b e os pneus de 61 mm (WAM).

Exploro RaceMax: a importância dos pneus?

A marca gastou horas e horas a trabalhar nas medidas efetivas dos pneus, isto para conseguirem projetar o quadro da melhor forma possível. Usaram dois novos conceitos: o WAM (Width As Measured), que é a largura efetiva do pneu, e o RAM (Radius As Measured), que se baseia no raio dos pneus.

O primeiro conceito interfere com a tração, a resistência à perfuração, a aerodinâmica e a resistência ao rolamento; já o WAM depende de três fatores: terreno, habilidade e velocidade.

Ou seja, como vimos acima nos modelos Max, é possível montar pneus de até 61 mm (WAM), o que é 15% mais do que o máximo que os pneus de 2.1″ normalmente apresentam.

Aqui está o vídeo de apresentação principal das novas 3T Exploro RaceMax:

E aqui um extenso vídeo repleto de perguntas que muitos players do mercado e entendidos em bikes de gravel fizeram aos técnicos e responsáveis da marca aquando do lançamento desta gama:

Mais informações:

Podes também espreitar a análise completa à 3T Exploro Team Force Base que temos na GoRide Magazine #00. Vale a pena!