Começou ontem a Volta a França do Futuro, prova em que as Seleção Nacional conta com seis elementos: António Morgado, Gonçalo Tavares, Alexandre Montez, Lucas Lopes, Diogo Gonçalves e José Bicho. O objetivo é a luta pela vitória em algumas etapas e por uma boa prestação na geral com liderança de António Morgado, um dos mais recentes reforços da UAE Team Emirates.

PUB
Specialized Levo

A primeira etapa ligou Carnac a La Gacilly num percurso de 140 kms, que contou com uma meta volante e duas contagens de montanha, uma de terceira e outra de quarta categoria, respetivamente.

António Morgado foi o melhor português, no 45º posto, numa etapa em que o dinamarquês Andres Foldager foi o vencedor. O dia ficou marcado por várias quedas, que atingiram inclusive  a comitiva lusa.

José Bicho foi o primeiro a ser “apanhado” por esse infortúnio, acabando por afetar a sua prestação na etapa – terminou no 142º posto com uma desvantagem superior a cinco minutos sobre Foldager.

António Morgado e Diogo Gonçalves também caíram, sendo que os elementos portugueses acabaram a etapa com queixas e necessitaram de reavaliação médica. Um dos grandes favoritos à conquista da prova, Johannes Staune-Mittet (Noruega), viu-se também envolvido numa das quedas e foi forçado a abandonar a prova.

António Morgado (45º), Gonçalo Tavares (48º), Alexandre Montez (79º) e Lucas Lopes (81º) terminaram no pelotão principal, a seis segundos do vencedor. Diogo Gonçalves (119º) chegou com um atraso de 2m04s e José Bicho cortou a meta a 5m52 do vencedor, na 142ª posição.

PUB
Novidades Trek 2024

Hoje está na estrada a 2ª etapa, com o tiro de partida a dar-se em Nozay e com chegada em Chinon, numa tirada de 189 kms com uma contagem de montanha de 4ª categoria ao km 96 e uma meta volante no km 114,5.

PUB
Cube Stereo ONE

Mais info:

Lê também:

Volta a Portugal – etapa 10: Stüssi ganha a Volta, Juaristi o contrarrelógio final

Imagens: Federação Portuguesa de Ciclismo // ProCyclingStats // Twitter Tour de l’Avenir

Também vais gostar destes!