Há quase um mês, os dois atletas do Guilhabreu BTT conquistaram os títulos de XCE, prova que reabriu o calendário de BTT. Raquel Queirós tem andado numa senda vencedora, que agora prolonga ao ser campeã nacional de Cross Country Olímpico (XCO) uma semana depois de conquistar o título em contrarrelógio (estrada). Roberto Ferreira sucede a Ricardo Marinheiro, numa corrida muito equilibrada.

- - - Pub - - -

Polisport T500

O atleta bateu José Dias (DMT Racing Team), que gastou mais 29 segundos, e David Rosa, que ficou a 1:54 minutos, em Tamengos, Anadia. Já na prova feminina, a superioridade de Raquel Queirós foi evidente, com a corredora da formação vilacondense a terminar 6:26 minutos mais cedo do que Ilda Pereira (Casa Myzé Team). Joana Monteiro (Axpo/FirstBike Team/Vila do Conde) fechou o pódio, a 8:46. De recordar que Raquel Queirós é a líder da Taça de Portugal da modalidade.

Filipe Francisco (BTT Loulé/Elevis) e Marta Branco sagraram-se campeões nacionais de sub-23. Em juniores venceram João Cruz (Axpo/FirstBike Team/Vila do Conde) e Ana Santos (Patocycles/Eyres by Shamir). Os melhores cadetes foram Daniel Lima (BTT Loulé/Elevis) e Mariana Líbano (Maiatos).

Nas categorias de veteranos as vitórias foram para: masters 30 André Filipe (CPR A-do-Barbas/Akiplas/PVS) e Nádia Mendes (Clube BTT de Águeda/Fundiven), masters 40 Rogério Matos (Rompe Trilhos/e Raquel Marques (Axpo/FirstBike Team/Vila do Conde), masters 50 António Sousa e Natália Mendes (Freebike Shop/Bike Clube S. Brás) e master 60 Luís Tomé (Korpo Activo/Penacova).

Tiago Craveiro foi o melhor paraciclista. O título coletivo ficou com o BTT Loulé/Elevis. Pedro Cândido (Movefree/ONfm/CM Torres Vedras) foi o melhor dos dois participantes na corrida de bicicletas de assistência elétrica, que se realizou pela primeira vez, no sábado.

GoRide

Subscreve a Newsletter GoRide!

Todos os artigos diretamente no teu email.