A ABTF Betão-Feirense surge em 2023 remodelada e com o um líder muito forte. O diretor desportivo Joaquim Andrade foi buscar um dos melhores ciclistas do pelotão nacional: António Carvalho. Inicialmente o plano foi juntar Amaro Antunes, mas o algarvio decidiu colocar um ponto final na carreira.

PUB
Giant TCR 2024

Ainda assim, a equipa de Santa Maria da Feira vai surgir mais competitiva e com uma ambição bem mais alta. Ter o terceiro classificado da Volta a Portugal de 2022 e vencedores de etapas, além de outras vitórias importantes, é uma aposta grande na subida de objetivos.

Com António Carvalho fica claro que a ABTF Betão-Feirense vai querer e ter condições para discutir mais corridas e, claro, com olhos postos na Volta a Portugal. Será o líder indiscutível, algo que tem procurado na sua carreira e que agora acontece. Aos 33 anos segue as pisadas do tio ao mudar-se para a formação do Feirense e nunca escondeu que quer ganhar uma Volta a Portugal.

Joaquim Andrade tentou garantir que terá alguma ajuda. O americano Barry Miller esteve na Volta ao serviço da equipa angolana Bai-Sicasal-Petro de Luanda, mostrou-se na montanha e convenceu o responsável da ABTF Betão-Feirense.

Fábio Oliveira, Ivo Pinheiro e Francisco Pereira são os “sobreviventes” de 2022.  Para o sprint foi contratado o colombiano Santiago Mesa, chegando ainda os jovens Francisco Moreira e Diogo Oliveira.

De salientar também os regressos de Pedro Andrade (filho do diretor desportivo) e de Afonso Eulálio, os campeões nacionais de sub-23 de contrarrelógio e de fundo, respetivamente

Este último mostrou na última Volta a Portugal o quanto pode ser valioso no trabalho para a equipa, apesar de ser ainda muito jovem. E vai começar a temporada com um extra de motivação: será o dorsal 1 da Figueira Champions Classic, ele que é precisamente da região.

PUB
Giant TCR 2024

Apesar da enorme aposta em António Carvalho, a equipa tentará com os jovens ciclistas que tem, ainda em fase de evolução, garantir mais alguns resultados positivos, que escassearam em 2022.

Mas sem dúvida nenhuma que contratar um dos homens mais importantes da equipa que dominou na temporada passada – a Glassdrive-Q8-Anicolor – traz outro interesse às corridas portuguesas.

“Sentimos que se criou uma grande expectativa em nosso redor. Temos uma equipa forte e acreditamos que será uma das referências esta época. Tudo iremos fazer para dar alegrias a todas as pessoas que nos apoiam”, salientou Joaquim Andrade, na apresentação da equipa, na sexta-feira.

Reforços: Afonso Eulálio (Por, 21 anos, Glassdrive-Q8-Anicolor), António Carvalho (Por, 33, Glassdrive-Q8-Anicolor), Barry Miller (EUA, 34, BAI-Sicasal-Petro de Luanda), Diogo Oliveira (Por, 18, Santa Maria da Feira-Segmento d´Época), Francisco Moreira (Por, 23, Kelly-Simoldes-UDO), Pedro Andrade (Por, 22, Efapel Cycling) e Santiago Mesa (Col, 25, Manuela Fundación Continental).

Permanências: Fábio Oliveira (Por, 28), Francisco Pereira (Por, 22) e Ivo Pinheiro (Por, 24).

PUB
Nova Mondraker Dune

Saídas: André Cardoso (Por, 38, NSJBI Victoria Sports), Carlos Ochoa (Fil, 28, NSJBI Victoria Sports), Márcio Barbosa (Por, 36, NSJBI Victoria Sports), Micael Isidoro (Por, 40, retirou-se), Miguel Carvalho (Por, 21, Óbidos Cycling Team), Venceslau Fernandes (Por, 27, APHotels & Resorts-Tavira-SCFarense) e Victor Manakov (Rus, 30, Óbidos Cycling Team).

Também vais querer ler…

Efapel Cycling: ano de consolidação da equipa de José Azevedo

Fotografia: Humberto Barbosa/ABTF Betão-Feirense

Também vais gostar destes!