A história mais recente da Volta a França tem sido escrita por dois homens, Tadej Pogacar e Jonas Vingegaard, cujo domínio remonta ao de Chris Froome na década de 2010 e da sua não menos hegemónica Team Sky.

PUB
Cube Stereo ONE

Muitas vezes depara-se a seguinte questão: quem venceria um Tour dos três, Froome, Pogacar e Vingegaard, nas suas melhores versões? “Teria sido muito interessante competir contra eles nos meus melhores anos”, admitiu Froome em conversa ao Eurosport.

O britânico, de 38 anos, da equipa Israel-Premier Tech tem quatro Tours no seu palmarés e vê diferenças entre os grandes vencedores do seu tempo e os atuais. “Há, sem dúvida, um padrão de rapazes que chegam a um nível muito mais elevado numa idade mais jovem”, explica.

“Acredito que isso se deve à quantidade de informação disponível para os treinadores que estão a treinar atletas mais jovens. Penso que há miúdos com 12, 13 anos que treinam quase como profissionais. Quando chegam aos 18 anos, já o fazem há cinco ou seis anos, treinando corretamente, comendo corretamente… Como se vê, já estão prontos para ganhar as maiores corridas do mundo aos 20 e poucos anos. É espantoso testemunhar isso”, explica Froome, que não quer despedir-se do profissionalismo sempre voltar a vencer uma etapa na Volta a França.

“É uma onda. Neste momento, parece definitivamente uma onda, com a equipa Jumbo-Visma a ganhar todas as três grandes voltas no ano passado. Mas o ciclismo é um desporto que está sempre a evoluir, sempre a mudar, e haverá sempre novos rivais a surgir. Vejamos. Penso que é muito raro, nos dias de hoje, ver um ciclista dominar tudo como Eddy Merckx dominava na sua época”, continua.

“Penso que o desporto evoluiu tanto e tornou-se tão específico que é muito difícil alguém ser bom em todos os tipos de terreno. É nisso que o Tadej Pogacar me impressiona, no sentido em que consegue ganhar Clássicas de um dia como a Flandres ou a Strade Bianche e também estar presente nas grandes voltas, o que é impressionante.”


Créditos da imagem: Chris Froome Twitter – https://twitter.com/chrisfroome/status/1766012871127789758/photo/1

Também vais gostar destes!