A Badlands é uma prova de ultra gravel que tem lugar no sul de Espanha e que passa por locais tão emblemáticos com a Sierra Nevada ou o Deserto de Tabernas. E a dureza não “engana”: 750 kms…

PUB
Giant TCR 2024

Este ano a vitória nesta prova tem algumas particularidades interessantes. Por um lado, o vencedor, o canadiano Rob Britton, é um estreante na prova espanhola; por outro, o atleta usou na sua bicicleta uma transmissão Classified Powershif, sistema que substitui o uso de dois pratos à frente, basicamente falando. Sabe mais no nosso teste ao sistema.

A juntar a isto, Britton bateu o recorde absoluto da Badlands, recorde esse que pertencia a Sebastian Breuer e que foi estabelecido o ano passado. E o melhor é que o fez com uma margem de cinco horas! Rob Britton gastou 38 horas e 20 minutos para percorrer estes difíceis 750 kms e, como podes imaginar, cruzou a meta de forma isolada.

mais concretamente, Britton percorreu os últimos 400 kms completamente sozinho e deixou o segundo classificado, Robin Gemperle, a mais de uma hora de distância. O pódio masculino ficou completo com Alex Martínez.

O percurso cruza os territórios espanhóis de Granada, Almería e Jaén, e entre desertos e zonas montanhosa os 750 kms traduzem-se em 15.000 metros de desnível positivo…

PUB
Nova Trek Supercaliber

“Posso dizer de forma muito honesta que este é um dos eventos mais difíceis, mas também mais bonitos em que já participei”, comentou o vencedor desta edição no final da prova.

O ciclista deixou ainda um comentário relativo ao sistema PowerShift que usou: “Estava entusiasmado por ter um prato 48d à frente nas secções mais rápidas e ter o PowerShift foi uma grande vantagem nas zonas de subidas intensas que apanhei durante os 750 kms”, disse Britton.

Mais info:

Lê também:

Sistema de transmissão Classified Powershift chega ao BTT [com vídeo]

Imagens: Badlans.cc // Classified (Nils Laengner)

PUB
Nova Trek Supercaliber

Também vais gostar destes!