Rafael Reis (Glassdrive-Q8-Anicolor), manteve a liderança na classificação geral e assegurou a vitória no 32.º Grande Prémio de Ciclismo JN, apesar de ter terminado em 4º lugar na etapa final, ficando a apenas três segundos de Adrian Bustamante (Kelly-Simoldes-UDO).

PUB
KTM

Os 87 ciclistas que resistiram a todas as oito etapas desta competição, partiram de Viana do Castelo, percorrendo 144,1 kms até ao ponto de partida. A etapa foi caracterizada por duas subidas de segunda categoria e, apesar de algumas tentativas de fuga, o pelotão manteve-se maioritariamente compacto nos primeiros kms.

Por volta do km 50, após a conquista da primeira meta volante por Adrián Bustamante (Kelly-Simoldes-UDO), um grupo composto por nove ciclistas tentou escapar e chegou a alcançar uma vantagem de 15 segundos, mas acabou por ser absorvido pelo pelotão.

No primeiro prémio de montanha do dia, Pedro Pinto (Efapel) e António Carvalho (ABTF-Feirense) conseguiram isolar-se, detendo uma vantagem de 20 segundos sobre um grupo perseguidor de 10 ciclistas, no qual se encontrava Rafael Reis com 95 kms percorridos.

A fuga conseguiu manter a sua vantagem, oscilando entre os 50 segundos e um minuto, até aproximadamente 20 kms da linha de chegada. No entanto, a diferença começou a diminuir e, a 4 kms do final, quando apenas António Carvalho permanecia em fuga, esta foi definitivamente anulada.

PUB
BH GravelX

A decisão final da etapa foi feita num sprint, onde Adrian Bustamante saiu vitorioso, sendo que Luís Mendonça (Glassdrive-Q8-Anicolor) e Aleksandr Grigorev (Efapel) fecharam o pódio.

Ao fim das nove etapas, Rafael Reis conseguiu terminar com uma vantagem de 15 segundos sobre Luís Fernandes (RP-Paredes-Boavista), que assegurou o segundo lugar e uma vantagem de 47 segundos, em relação a Henrique Casimiro (Efapel), que completou o pódio final da prova.

Com esta vitória, sucede ao seu companheiro de equipa Maurício Moreira, que venceu a edição transata do Grande Prémio de Ciclismo JN.

Nas restantes classificações, Luís Mendonça conquistou a classificação dos pontos, César Fonte (Rádio Popular-Paredes-Boavista) foi o vencedor da classificação da montanha, Pedro Silva (Glassdrive-Q8-Anicolor) triunfou na classificação da juventude, Adrian Bustamante liderou nas metas volantes, Hugo Nunes (Rádio Popular-Paredes-Boavista) dominou nas classificações combinadas e Daniel Dias (Credibom-LA Alumínios-Marcos Car) destacou-se nos sprints especiais.

PUB
Specialized Levo

Quanto à classificação por equipas, a Glassdrive-Q8-Anicolor sagrou-se vencedora.

Mais info:

Lê também:

Grande Prémio de Ciclismo JN – 7ª etapa: Diogo Barbosa estreia-se a vencer, Rafael Reis é o novo líder

Imagens: Federação Portuguesa de Ciclismo

Também vais gostar destes!