A 4ª etapa do 32.º Grande Prémio JN/Leilosoc, que teve ontem início e fim em Vila Nova de Gaia, trouxe mexidas na classificação geral. Embora Miguel Salgueiro (AP Hotels&Resorts/Tavira/SC Farense) tenha conquistado a vitória nesta tirada de 154,4 kms, acabou por ser Pedro Silva (Glassdrive-Q8-Anicolor) a arrebatar a camisola amarela da prova, que leva na estrada neste momento.

PUB
Specialized Levo

A 4ª etapa começou com pouca movimentação no pelotão. No entanto, após anularem rapidamente uma tentativa inicial de fuga, um grupo de oito ciclistas conseguiu abrir uma fuga de 30 segundos quando já havia 32 kms nas pernas.

Pouco depois, o grupo aumentou para nove ciclistas destemidos. Entre eles estavam Pedro Silva e Fábio Costa (Glassdrive-Q8-Anicolor), Tiago Antunes (Efapel), César Fonte e Luís Fernandes (RP-Paredes-Boavista), Miguel Salgueiro (AP Hotels&Resorts-Tavira-SC Farense), António Ferreira (Kelly-Simoldes-UDO), José Dias (Fonte Nova-Felgueiras) e David Dominguez (GD Zamora Enamora Cycling Team). A vantagem foi aumentando.

Na montanha, César Fonte conquistou os dois prémios que havia na etapa, seguido por Luís Fernandes e Miguel Salgueiro. A vantagem cresceu para os quatro minutos aos 77 kms e, à medida que se aproximavam do final da etapa, a vantagem ia diminuindo, mas nunca o suficiente para permitir que o pelotão os alcançasse.

PUB
Specialized Levo

A dois kms da linha de chegada, a vantagem ainda era de dois minutos, sendo que nos últimos metros os nove corredores disputaram a etapa entre eles. Miguel Salgueiro foi o mais rápido, logo seguido de Tiago Antunes e Pedro Silva, que fechou o pódio.

Mais info:

Lê também:

Grande Prémio de Ciclismo JN: António Carvalho ‘assalta’ a liderança

Imagens: Federação Portuguesa de Ciclismo / Igor Martins / Global Imagens

PUB
Novidades Trek 2024

Também vais gostar destes!