Através do seu espírito combativo inesgotável revelado na recente Volta a Itália, Derek Gee, corredor da Israel-Premier Tech, ficou na retina dos observadores pelas suas frequentes participações em fugas, qualidades de superação e capacidades físicas. E, claro, pelo seu talento. Neste Giro, Gee foi segundo classificado em quatro etapas, e não venceu nenhuma.

PUB
KTM

Ilustre desconhecido antes da edição de 2023 da corrida italiana, o ciclista canadiano de 25 anos fez nome nesta prova e os responsáveis da sua equipa reconheceram-lhe o mérito. Por isso, a formação israelita propôs a Derek Gee a extensão do contrato até 2028, três temporadas a mais do que o vínculo atual.

PUB
Riese & Müller Multitinker

“Foi uma decisão incrivelmente fácil colocar a minha assinatura neste novo contrato”, disse o mais combativo do Giro 2023 no site da equipa ProTeam.

PUB
Prototype

“Sei que mais cinco anos é muito tempo, especialmente no mundo do ciclismo, mas esta equipa faz-me sentir em casa. Dá-me estabilidade para, eventualmente, dar um passo atrás ou para tentar coisas novas como corredor”, começou por afirmir Derek Gee.

“Não posso dizer exatamente até onde pretendo chegar e o que quero alcançar no futuro, mas depois deste Giro só posso dizer que a prioridade é ganhar. Estou extremamente ansioso para conseguir essa primeira vitória e espero um dia vencer uma etapa de uma grande volta”, acrescentou o campeão canadiano de contrarrelógio.

PUB
Specialized Levo

O proprietário da Israel-Premier Tech, Sylvan Adams, também comentou a prorrogação do contrato de Derek Gee. “Sabíamos que Derek tinha um grande ‘motor’ quando apostámos nele e o contratámos para o nosso programa continental há alguns anos, mas no Giro deste ano provou que tem a ciência das corridas e a capacidade de competir com os melhores do pelotão profissional […] Como resultado, decidimos recompensar Derek rasgando o seu contrato neo-pro e fazendo-o assinar um novo contrato de seis anos, o que garante o seu futuro”, conclui Adams.

Recorde-se que o espanhol Juan Ayuso (UAE Emirates) tem também um contrato com prazo tão longo, precisamente até ao mesmo ano de 2028.

Lê também:

Critérium du Dauphiné: Laporte vence duas em três etapas [com vídeos]

Imagens: Giro d’Italia Twitter

Também vais gostar destes!