Portugal vai ter mais um jovem ciclista no World Tour em 2021. André Carvalho assinou contrato de um ano com a Cofidis, garantindo assim a oportunidade que procurava para se mostrar ao mais alto nível. O ciclista de Famalicão é assim mais um português com passagem de sucesso pela Hagens Berman Axeon.

- - - Pub - - -

Shimano Deore 12v

A 31 de outubro, André Carvalho celebra 23 anos, mas já tem a sua prenda. Depois de dois anos na equipa americana, uma das melhores a nível mundial na formação de ciclistas, Carvalho segue as pisadas de Ruben Guerreiro (EF Pro Cycling), os gémeos Oliveira (UAE Team Emirates) e João Almeida (Deceuninck-QuickStep), todos já no World Tour, depois de passarem igualmente duas temporadas na Hagens Berman Axeon de Axel Merckx. Pedro Andrade, também lá está.

“É um sonho tornado realidade. Estou muito feliz por juntar-me à Cofidis e mal posso esperar por conhecer os meus futuros companheiros de equipa e por vestir as minhas novas cores. Na Hagens Berman Axeon tive a oportunidade de competir com ciclistas que hoje brilham”, salientou André Carvalho.

João Almeida é precisamente um deles, com Mikkel Bjerg (UAE Team Emirates) e Ian Garrison (Deceuninck-QuickStep) a serem mais dois ciclistas colegas, em 2019, e que agora estão no World Tour.

André Carvalho referiu ainda como essa qualidade dentro da Hagens Berman Axeon vez com que desse o seu melhor e trabalhasse para progredir. Na apresentação da sua contratação, o português descreveu-se como um “puncher”, “que gosta de fazer a diferença em corridas de um dia”. “Estou muito feliz por correr ao lado de grandes talentos como Guillaume Martin e Elia Viviani. Mal posso esperar que a nova época comece!”

O contrato com a Cofidis é o reconhecimento do potencial de mais um ciclista que passou pela então Liberty Seguros-Carglass, atual Kelly-Simoldes-UDO, de Manuel Correia, sendo também uma presença habitual nos escalões de formação da seleção nacional. Em 2017 teve uma passagem menos feliz pela Cipollini Iseo Serrature Rime ASD, optando por regressar a Portugal no ano seguinte, antes de seguir para a Hagens Berman Axeon.

Em 2019, destacou-se pelo quinto lugar conquistado tanto na Liège-Bastogne-Liège, como no Paris-Roubaix para sub-23. Esta temporada, competiu muito pouco devido à pandemia. Estava para marcar presença na Volta a Portugal, em representação da seleção, mas um caso positivo de covid-19 levou à retirada da equipa antes da corrida começar.

A Cofidis regressou esta temporada ao World Tour, mas apenas soma duas vitórias. Cédric Vasseur, diretor da equipa, realçou como André Carvalho vem de uma equipa que tem formado bons ciclistas, recordando como esta contratação para 2021 é um “reforço que confirma ainda mais o apoio da Cofidis ao ciclismo português que está atualmente a florescer ao mais alto nível”.

LÊ TAMBÉM:  Dentro da Volta a Portugal 2020 com Hernâni Brôco

A empresa deu naming à Volta ao Algarve na última edição e recentemente patrocinou a camisola dos pontos na Volta a Portugal.

 

 

GoRide

Subscreve a Newsletter GoRide!

Todos os artigos diretamente no teu email.