A ABTF Betão-Feirense anunciou dois reforços de peso, mas não serão apenas Amaro Antunes e António Carvalho a juntarem-se à equipa. Barry Miller mostrou-se na Volta a Portugal e vai agora estar no pelotão nacional definitivamente, enquanto Francisco Moreira deixa a Kelly-Simoldes-UDO pela formação de Santa Maria da Feira.

PUB
Nova Mondraker Dune

Barry Miller, 33 anos, foi contratado pela angolana BAI – Sicasal – Petro de Luanda para integrar a equipa na Volta a Portugal. O americano não desperdiçou a oportunidade para se mostrar, entrando em fugas e terminando em sexto e novo nas etapas de Miranda do Corvo e Senhora da Graça, respetivamente.

Ou seja, a ABTF Betão-Feirense contratou um trepador que tem feito carreira não só no seu país, mas também já representou uma estrutura sueca e até uma do Cambodja.

“Estou muito entusiasmado por ingressar na ABTF Betão-Feirense em 2023. É exactamente o tipo de projecto que procurava, um bom grupo com um excelente calendário, onde posso ter alguma liberdade em corridas que se adequam às minhas características”, afirmou Barry Miller.

“É uma equipa com imensa história e muitos anos no desporto. Sinto-me honrado em usar as suas cores em 2023 e trabalhar com um grande campeão como Joaquim Andrade”, acrescentou.

Quanto a Francisco Moreira (23 anos), a equipa destaca no comunicado que o apresenta como reforço a sua “combatividade e sentido do colectivo”, realçando que tem “uma enorme margem de progressão”.

Já Francisco Pereira (22) e Ivo Pinheiro (24) são dois ciclistas que renovaram com a formação de Joaquim Andrade, sendo que o primeiro foi o autor de um dos melhores momentos da temporada de 2022 da ABTF Betão Feirense. Venceu uma etapa na Volta a Portugal do Futuro e andou de camisola amarela.

PUB
Nova Mondraker Dune

Fotografia: João Fonseca Photographer/Federação Portuguesa de Ciclismo

Também vais querer ler…

Amaro Antunes e António Carvalho na ABTF Betão-Feirense

Também vais gostar destes!