São duas contratações de peso para a ABTF Betão-Feirense. Amaro Antunes e António Carvalho vão reforçar a equipa em 2023, sendo dois ciclistas de muita experiência e vitórias importantes no ciclismo nacional.

PUB
Orbea Genius Dealers

A formação de Joaquim Andrade vê assim reforçado o seu bloco para atacar classificações gerais com corredores com um potencial para alcançar triunfos que têm escasseado na ABTF Betão-Feirense. Para a Amaro Antunes é uma mudança forçada. O algarvio não compete desde os Nacionais em Melgaço, em junho, devido à suspensão da W52-FC Porto.

A equipa desistiu de tentar regressar na próxima temporada, pelo que o ciclista ficou livre de assinar por outra estrutura.

“Pertencer a uma equipa como a ABTF Betão-Feirense é um privilégio e um desafio, pois é um projecto que tem vindo a crescer e que demonstra ambição, uma característica na qual me revejo plenamente”, afirmou Amaro Antunes, no comunicado divulgado pela equipa.

“O grupo que se está a formar rumo a 2023 é forte e estou muito satisfeito. Agradeço o convite e a confiança depositada em mim pelo Presidente Rodrigo Nunes e por Joaquim Andrade”, acrescentou.

Amaro Antunes conta com três Voltas a Portugal no palmarés, além de uma vitória muito desejada no “seu” Alto do Malhão em 2017, na última etapa da Volta ao Algarve. Venceu também um Troféu Joaquim Agostinho. É ainda um ciclista com passagem pelo World Tour, ao serviço da CCC.

PUB
Giant TCR 2024

Mudança com “influência” familiar e à procura da vitória na Volta a Portugal

António Carvalho é um dos ciclistas mais populares do pelotão nacional. Deixa a Glassdrive-Q8-Anicolor depois de grandes exibições e vitórias, tendo sido um dos pilares na conquista da Volta a Portugal deste ano por parte de Mauricio Moreira.

Carvalho terminou na terceira posição, vencendo mais uma vez a etapa da Senhora da Graça. No entanto, apesar de ter ido para a equipa com o estatuto de líder em 2020, acabou por ter de o partilhar primeiro com Frederico Figueiredo e depois também com Moreira.

O ciclista, de 33 anos, não esconde o desejo de seguir as pisadas do tio e também ele vencer uma Volta a Portugal e se com Amaro Antunes não terá liberdade total, ambos poderão fazer uma dupla para fazer frente à concorrência, não ficando Carvalho tão preso a um papel de gregário.

E assinar pela ABFT Betão-Feirense tem também uma “influência” familiar.

PUB
Prototype

“Sinto-me muito orgulhoso de vir a pertencer à ABTF Betão-Feirense atendendo a que é uma equipa da minha terra e na qual vi o meu tio Fernando Carvalho vencer a Volta a Portugal, que é um dos meus objectivos profissionais”, destacou.

“É sinónimo de orgulho seguir os passos do meu tio, que tanto deu ao ciclismo. Estou muito agradecido pelo convite feito por parte de Joaquim Andrade e do Presidente Rodrigo Nunes. Agora é fazer o que eu sei melhor, dar resultados e o retorno que a equipa merece”, afirmou.

Fotografias: Agnelo Quelhas/Podium Events

Também vais querer ler…

César Fonte regressa à Rádio Popular-Paredes-Boavista

Também vais gostar destes!