Se acompanhaste os campeonatos do mundo de XCC e XCO com certeza não te escapou que Pauline Ferrand-Prévot venceu em ambas as categorias, e que Tom Pidcock venceu o XCO e terminou no terceiro lugar do XCC. A novidade é que estavam ao comando de uma novíssima bicicleta da marca italiana: a Pinarello Dogma XC Hard Tail.

PUB
KTM

Mas primeiro fazemos aqui um pequeno reparo, pois na verdade Pidcock só usou esta nova hardtail na categoria de XCC, prova em que ibteve a medalha de bronze. Na categoria de XCO optou pela suspensão total, a Dogma XC. No entanto, a super estrela francesa Ferrant-Prevot usou a hardtail em ambas as disciplinas, e no Cross County Olímpico ganhou por uma margem generosa…

Os dois atletas da Ineos têm participado ativamente no desenvolvimento daquelas que são as bicicletas que marcam o regresso da marca italiana ao BTT. E esta nova Dogma XC Hard Tail é “uma full-carbon que oferece leveza, rigidez e reatividade, derivado do seu triângulo traseiro, que será adequado a circuitos mais rápidos”, explica a Pinarello.

O “Triângulo”

Um dos destaques visuais desta nova “máquina” é a zona acima do eixo pedaleiro, que sobressai com uma abertura em forma de triângulo. Com inspiração nos conceitos que moldaram o modelo de XC suspensão total, nesta nova bicicleta o fabricante quis aumentar e dar mais relevo à rigidez da parte traseira da bicicleta.

Este objetivo foi alcançado em grande parte pela forma triangular, como comenta a Pinarello em comunicado, que permite que a “entrega de potência produzida pelo ciclista seja feita da melhor forma enquanto ele pedala”.

PUB
Specialized Levo

Assimetria

A marca é agora detentora de uma patente específica e inovadora no design. As assimetrias não são, de todo, novidade no mundo das bicicletas, mas a Pinarello fez diferente…

Este novo design, no qual as escoras superiores são (evidentemente) assimétricas, permitem que a distribuição de forças seja mais eficaz, refere a marca, contribuindo para o equilibrar de forças em resposta às forças exercidas no ato de pedalar. “O resultado é mais equilíbrio, melhor transferência de energia, mais velocidade e tração”, explicam.

PUB
BH GravelX

Cockpit

Como tem vindo a ser “regra” no mundo do BTT de alta gama, o cockpit é de desenho completamente integrado: “menos peso e mais precisão de condução quando comparado com um sistema de avanço e guiador”, revela a Pinarello.

A passagem dos cabos é totalmente interna, e a marca possui um sistema especifico de rolamentos de direção que limitam a rotação do guiador a 60º. Assim reduz-se o risco de haver rotação a mais e consequentemente danos no quadro.

A mais recente campeã do mundo nas disciplinas de XCC e XCO, Pauline Ferrand-Prévot, reagiu a esta nova bicicleta Pinarello XC Hard Tail: “Esta nova Dogma XC Hard Tail é rígida, rápida, leve e muito reativa. É muito boa de se conduzir. Tenho ‘voado’ com esta bicicleta, especialmente nas subidas. Fiz questão de pedir uma versão rígida da bicicleta de XC, porque me estou a preparar para os Jogos Olímpicos de 2024 em Paris, e estou agradecida pela rapidez de desenvolvimento que a Pinarello atingiu”, disse Pauline.

“A partir do momento em que a Pauline assinou pela Ineos-Grenadiers, ela motivou-nos a desenvolver uma bicicleta de XC hardtail. Não estava nos nossos planos originais, mas aceitámos o desafio, e em tempo recorde desenhamos um quadro à altura do que foi pedido. Com este, e o modelo de full-suspension da Dogma XC, tanto a Pauline como o Tom Pidcock têm opções que os deixam competir ao mais alto nível do desporto e em qualquer tipo de terreno”, comentou Fausto Pinarello.

Especificações da Pinarello Dogma XC Hard Tail 

O quadro assimétrico é feito de carbono Toray e aceita espigões de selim com 30,9 mm de diâmetro. É compatível com espigão telescópicos (com cabos internos) e também com todas as suspensões de 100 mm do mercado.

PUB
Novidades Trek 2024

Somente aceita um prato no pedaleiro, até 40t, discos flat-mount de 160 mm (mas compatível com 180 mm), e pneus que podem ir no máximo até aos 2,3″, em roda 29″.

Seguindo os grandes resultados nos campeonatos do mundo em Glasgow 2023, Fausto Pinarello revela em comunicado: “assistir ao Tom e à Pauline tornarem-se campeões do mundo foi realmente uma alegria, estamos orgulhosos por termos desenvolvido a hardtail e a full-suspension que os permite serem exímios nas suas provas”.

“Desde o início que acreditei no sucesso deste projeto, mas o desenvolvimento não acaba aqui, vamos continuar a testar durante o ano de 2023 com ambos os corredores, antes da comercialização destas novas Dogma XC, que temos previsto para março do próximo ano…” acrescentou Fausto Pinarello.

Mais info:

Lê também:

Nova Pinarello Dogma XC de Pidcock e Ferrand-Prévot oficialmente revelada

Imagens: Pinarello // Twitter Ineos-Grenadiers

Também vais gostar destes!