Entre este domingo (28 de abril) a 5 de maio, o pelotão feminino enfrenta a sua primeira Grande Volta da época. A Volta a Espanha arranca de Valência e inclui oito etapas.

PUB
Schwalbe Pro One Tubeless

Na edição de 2023, Demi Vollering (SD Worx-ProTime) perdeu a camisola vermelha para Annemiek van Vleuten na penúltima etapa, e como como prémio de consolação, a neerlandesa levou duas vitórias em etapas, nos Lagos de Covadonga e no Mirador de Penas Llanas.

A número um do mundo espera, enfim, chegar à vitória este ano. “As corridas femininas apresentam cada vez mais subidas longas e a Vuelta está na vanguarda desta tendência”, declara Vollering em antevisão da prova.

No ano passado, Demi Vollering exerceu um forte domínio nas clássicas das Ardenas, conquistando Amstel Gold Race, La Flèche Wallonne e Liège-Bastogne-Liège. O triunfo na Vuelta era, então, um bónus.

“A minha abordagem inicial foi divertir-me e experimentar as coisas na corrida, sem pensar muito nos resultados. Para mim foi uma corrida estranha. Gostei, mas foram tantos altos e baixos… Abordei o evento sem pensar na classificação geral”.

E continua a recordar: “Então, conquistei a primeira vitória no Mirador de Peñas Llanas e vesti a camisola vermelha e o objetivo de toda a equipa era mantê-la. A sexta etapa e foi um grande golpe para todos, mas por outro lado, acho que essa experiência também fortaleceu a equipa. Foi quase impossível vencer a classificação geral, mas quase consegui graças a esse trabalho coletivo. Isso me ajudou-me a trabalhar para melhorar na montanha e foi uma sensação ótima”.

Demi Vollering dá a sua opinião sobre o percurso: “Há algumas subidas longas que me agradam, e que a última etapa é muito interessante, porque tem duas subidas de 1ª categoria. Também gosto do facto da primeira etapa ser um contrarrelógio por equipas.”

PUB
Riese & Müller Multitinker

E desta vez, Annemiek van Vleuten não será sua sombra… “Já fiz algumas corridas sem Annemiek e, na verdade, não sinto muita falta dela porque há imensas boas corredoras no pelotão neste momento. Travei grandes batalhas com Annemiek, ela era muito forte física e mentalmente. Ficou claro para mim que ela era a melhor e eu queria vencê-la para me tornar a melhor”, concluiu Vollering.

As oito etapas da Vuelta Feminina:

Etapa 1 (CRE): Valência – Valência, 16,1 quilómetros

 

 

PUB
KTM

Perfis e percurso da Volta a Espanha Feminina 2024

Etapa 2: Bunyol – Moncofa, 119 quilómetros

Perfis e percurso da Volta a Espanha Feminina 2024

Etapa 3: Llucena – Teruel, 130,8 quilómetros

Perfis e percurso da Volta a Espanha Feminina 2024

 

Etapa 4: Molina de Aragon – Zaragoza, 142,4 quilómetros

Perfis e percurso da Volta a Espanha Feminina 2024

Etapa 5: Huesca – Jaca, 114,1 quilómetros

Perfis e percurso da Volta a Espanha Feminina 2024

Etapa 6: Tarazona – Vinuesa (La Laguna Negra), 132,5 quilómetros

Perfis e percurso da Volta a Espanha Feminina 2024

Etapa 7: San Esteban de Gormaz – Siguenza, 139 quilómetros

Perfis e percurso da Volta a Espanha Feminina 2024

PUB
Beeq
Etapa 8: Madrid – Valdesqui, 89,8 quilómetros

Perfis e percurso da Volta a Espanha Feminina 2024


Créditos da imagem:La Vuelta Fem Twitter – https://twitter.com/LaVueltaFem/status/1770759295530942705/photo/1

Também vais gostar destes!