Fabio Jakobsen venceu após o tédio que foi a segunda etapa da Volta a San Juan. Uma interminável travessia do deserto entre Valle Fértil e Jàchal, com 201,1 quilómetros entre longos falsos planos ascendentes e descendentes.

PUB
Movefree

Apesar de se ter rolado sempre a alta velocidade – a média final foi de praticamente 46 km/hora – aquelas dificuldades do relevo do percurso foram facilmente superadas pelos sprinters e os seus comboios de lançadores.

PUB
Catlike Whisper Evo

E no final de um dia monótono, lá estavam todos para lutar pela vitória, tal como na véspera, na primeira etapa, ganha por Sam Bennett (BORA-Hansgrohe).

A fuga do dia, originalmente com 12 corredores, tinha uma vantagem de cinco minutos para o pelotão aos 40 quilómetros. Manuele Tarozi (GBF), o último dos aventureiros foi alcançado a cinco do final, perante um pelotão em fúria liderado pelas equipas dos sprinters.

Desta vez, Bennett não foi o mais rápido. O irlandês foi batido pelo campeão europeu da Soudal Quick-Step, Fabio Jakobsen, que no dia anterior não conseguiu ir ao sprint por contingências de corrida na fase de aproximação à meta.

O neerlandês aproveitou o excelente trabalho da sua equipa – e em particular uma grande passagem de Remco Evenepoel – para superar Fernando Gaviria (Movistar) e Jon Aberasturi (Trek-Segafredo) por alguns centímetros. Sam Bennett terminou em quarto e manteve a liderança geral. Destaque ainda para a nona posição de Peter Sagan (TotalEnergies).

PUB
Catlike Whisper Evo

Classificações completas:

Também vais querer ler…

Alegria de Bennett, críticas de Evenepoel. As reações após a primeira etapa da Volta a San Juan

Fotografia principal: Twitter Volta a San Juan

PUB
LIV INTRIGUE LT
Goride Team
Toda a GoRide Team alimenta este site como se não houvesse amanhã :) Damos preferência a tudo o que envolver diversão em cima de uma bike!

    Também vais gostar destes!