Adam Yates venceu a terceira etapa da Volta à Catalunha, que teve chegada em alto à estância de esqui de Vallter 2000, nos Pirenéus, e destronou João Almeida da primeira posição da competição.

PUB
Beeq

O britânico da Ineos Grenadiers distanciou-se, a menos de dois quilómetros da meta, do duo Alejandro Valverde (Movistar) e Sepp Kuss (Jumbo-Visma) e terminou com 13 segundos de vantagem sobre Esteban Chavez (Team BikeExchange), autor de um ataque tardio.

(Foto David Ramos/Getty Images)

Valverde chegou em terceiro, com mais 19 segundos do que Adam Yates, enquanto Kuss quebrou na parte final, terminando em sexto, a 33 segundos.

(Foto David Ramos/Getty Images)

João Almeida (Deceuninck-QuickStep) ficou, muito cedo na subida, sem companheiros de equipa para o ajudar, perdeu mais de um minuto, mas asinda assim ocupa a terceira posição da geral, a 50 segundos de Yates e a cinco segundos de Richie Porte, também da Ineos. A formação inglesa esteve muito bem nesta etapa pirenaica, com Geraint Thomas a terminar no quarto lugar e a subir à mesma posição na classificação geral, a 53 segundos do seu colega de equipa Yates.

(Foto David Ramos/Getty Images)

PUB
Giant TCR 2024

“Foi muito bom”, afirmou Yates após o final da jornada. “Tivemos que manter o controlo. É uma subida longa e muito difícil. Foi perfeito no final – tínhamos cartas para jogar como sabíamos no início, e jogamos bem com Richie no primeiro ataque e depois foi a minha vez e continuei. É minha primeira vitória na Ineos e estou realmente feliz”, declarou o corredo britânico, novo líder da geral

A Ineos trabalhará para defender a liderança de Yates na quarta etapa na quinta-feira, que terá outra chegada em subida de categoria especial, Porte Ainé.

Também vais gostar destes!