Foi no início deste ano, já lá vão várias semanas, que decidimos instalar e começar um teste de longa duração ao grupo Shimano Deore 12v. Objetivo: avaliar o desgaste, funcionamento e potencial vida útil de todos os componentes que constituem este conjunto completo de transmissão, neste caso também com sistema de travagem incluído.

PUB
Specialized Aethos

E, antes de mais, podemos desde já afirmar que, apesar da “violência” causada por alguns dos trilhos que habitualmente percorremos nos nossos treinos diários e semanais, esforçamos-nos sempre por fazer uma boa utilização do material.

Shimano Deore 12v

Ou seja, atenção máxima e constante ao estado dos componentes, lavagem e respetiva manutenção conforme “mandam as regras” e nos é possível entre voltas. Assim sendo, e ao fim dos 3.267 kms que este grupo já leva montado na nossa bicicleta de testes, diga-se que não registámos ainda qualquer problema mecânico.

O desgaste, esse, é o normal derivado deste quilometragem, sendo que notamos efetivamente níveis de desgaste inferiores face ao que evidenciaram grupos Shimano que utilizámos antes neste e noutras bicicletas, alguns deles até em patamares mais acima no portfólio da Shimano.

A montagem inicial

Antes de falarmos de cada componente em particular e do estado em que se encontram, voltemos um pouco atrás. Para colocar o projeto em prática contamos com o apoio da Sociedade Comercial do Vouga, a empresa importadora para Portugal da marca Shimano. E também de um agente oficial Shimano Service Center, a loja ATX, localizada em Guerreiros, Loures, que efetuou toda a montagem deste grupo na bicicleta (e vai ajudando a avaliar o desgaste do material ao longo do tempo).

Como base estamos a recorrer a um quadro já conhecido aqui do site GoRide.pt, personalizado com as nossas cores e brand, e que também nos têm auxiliado no teste de muitos outros componentes e acessórios.

No dito quadro não vemos a marca da bicicleta, mas sim o logotipo GoRide.pt! Mas é visível que se trata de um quadro de um dos fabricantes mundiais mais conceituados de bicicletas, a Focus, neste caso o modelo Raven. Uma marca representada em Portugal pela Tecnocycle.

Este quadro foi pintado e decorado pela Gelu, uma empresa também muito conhecida de todos nós e demonstra elevada certificação e competência no manuseamento das ligas de carbono, como sabes. Não foram utilizadas quaisquer tintas ou outros solventes que danifiquem o carbono do quadro. Entre os restantes componentes, uma nota extra para a suspensão: uma Rock Shox Sid World Cup.

Vê o vídeo da montagem que deixamos acima e as imagens aqui:

Grupo Shimano Deore 12v – M6100

Porquê escolher este grupo e não um mais acima nas gamas Shimano? Principalmente por ser novidade, depois porque o objetivo passa por comprovar algo que a marca assegura: que se trata de uma nova versão de todos os componentes, que, apesar de manterem os preços do passado nesta gama, proporcionam desempenho e a fiabilidade típicos de componentes rivais de outros segmentos mais elevados.

E também porque queremos fazer muitos e muitos kms, dando seguimento à experiência que temos tanto em competição como em grandes maratonas, passeios ocasionais de fim de semana e mesmo mobilidade.

Ao acompanharmos a montagem, este grupo Shimano Deore 12v impressiona logo pela qualidade ao retirar das embalagens. Os componentes são esteticamente bem desenhados e aprumados na conceção, na qual estão presentes pormenores que há um par de anos não existiam aqui, apenas em gamas superiores.

Vejamos: se nos encontramos na “linha da frente”, com o objetivo de vencer corridas e maratonas, a precisão na mudança de marcha e menos atrito são aspetos cruciais que nos levam a optar por um grupo como o Shimano XTR.

Caso procures uma solução um pouco mais pesada, para utilização neste tipo de provas e incursões em maratonas com terrenos ainda mais duros (mais durabilidade dos componentes), aí talvez o grupo XT seja a opção mais adequada.

Depois, este grupo Shimano Deore 12x pode ser apontado a quem faz de tudo um pouco. Não se preocupa com a vertente desportiva nos estágios superiores, utiliza a bicicleta para uma utilização recreativa. Lubrifica os componentes com alguma periodicidade apenas e não querem preocupar-se em demasia com manutenções.

Os componentes montados

Pedaleiro FC-M6100-1

Um pedaleiro para 1x12v com uma conceção totalmente nova, utilizando rodas pedaleiras de montagem direta e um perfil especial dos dentes da roda pedaleira para melhor retenção da corrente, diz a marca.

Até agora a corrente nunca saltou do pedaleiro, e não usamos qualquer guia de corrente. O sistema Dynamic Chain Engagement+ parece estar a fazer um bom trabalho, porque notamos um pedalar suave em qualquer situação. Melhor que no grupo Shimano que tínhamos antes neste quadro.

Manípulo de mudanças direito SL-M6100-IR

É o mais recente RapidFire Plus na gama Deore, versão I-Spec EV, que permite afinação. Nota-se uma passagem de mudanças normalíssimo e até agora sem problemas. Não deixa passar mais do que três relações de cada vez.

Desviador RD-M6100-SGS

Este desviador é a versão de caixa longa, claro, e revela-se mais silencioso do que estávamos à espera. A nível mecância não sofreu ainda qualquer contrariedade e ainda não necessitou de afinação. Mas já levou várias cacetadas de pedras e outros obstáculos, conta já com alguns riscos…

Cassete CS-M6100-12 10-51t de 12v

É a nova cassete Hyperglide+ desta gama, claramente mais leve do que a geração anterior. Norma Microspline no cubo traseiro. Quanto a desgaste, praticamente não se nota, se bem que confessamos que não nos lembramos de qualquer pau ou outro obstáculo que lhe tenha chegado fisicamente. Até agora nada. Nota-se pouca acumulação de detritos deridada de óleo em excesso, que por vezes deixamos ficar…

Travões: manetes BL-M6100

Boas sensações, pelo menos enquanto os travões permanecem afinados e com as pastilhas em bom estado. Notamos uma travagem eficaz para o que a gama pressupõe, apesar de confessarmos que a gama XTR se mostra mais “robusta”.

Nas pinças e nas pastilhas também não há registo até agora de qualquer incidência.

Corrente CN-M6100

Outro elemento determinante na ação da transmissão, claro, e outro que denota o desgaste dentro do esperado, sem surpresas. Os elos continuam a resistir em conformidade, mas deverá ser necessário substituir a corrente em breve, pois fazemos questão que este item ande sempre no seu melhor, de forma a não causar danos nos restantes componentes.

Como anteriormente referido a montagem esteve a cargo de um agente oficial SHIMANO, denominados SHIMANO SERVICE CENTER, aqui pelo reputado Bruno da ATX – Cycling Store, sediado em Guerreiros – Loures.

Vamos continudar a “rolar” com o grupo Shimano Deore 12v e faremos aqui um acompanhamento periódico de como todos os componentes se estão a comportar. Até agora não há episódios a relatar, como indicámos, e como tal ainda não foi necessária qualquer intervenção mecânica “caseira” ou com necessidade de recorrer ao trabalho dos técnicos da ATX Cycling Store.

Desempenho em geral até agora

Apesar de este ser um quadro já “velho amigo” da equipa GoRide, no qual já estamos completamente familiarizados com as reações dinâmicas da bike, notamos algumas diferenças face às reações anteriores, baseadas até noutros componentes Shimano.

A começar pelos travões. Confessamos que gostamos muito do feeling, desempenho e fiabilidade dos conjuntos de travagem Shimano XT e XTR; no entanto, estes Deore estão a surpreender. Têm estado ao nível das gamas superiores, pode dizer-se, nunca apresentado qualquer fadiga e sempre com o melhor desempenho.

Já a transmissão, este grupo de 12 velocidades com uma cassete de 10-51 dentes transmite-nos um escalonamento perfeito e muito abrangente tendo em conta as distâncias, percursos e utilizaçao que fazemos da bicicleta.

Há, contudo, um aspeto a apontar: face a outros grupos que usámos no passado, mesmo durante um processo de passagem de mudanças muito fácil, suave e bem encadeado, constata-se um pouco mais de ruído quando em comparação com gamas superiores e, consequentemente, mais caras.

Principalmente em termos de relação qualidade/desempenho/preço, este novo conjunto de 12v Deore está a ser uma surpresa muito positiva.

Os preços Shimano Deore 12v

  • Desviador IRDM6100SGS 12v Long Cage – 49,00 euros
  • Manípulo mudança direito 12v – 28,30 euros
  • Kit travão disco frente M6120 – 92,00 euros
  • Kit Travão Disco Trás M6120 – 95,63 euros
  • Kit Travão Disco Frente M6100 – 67,30 euros
  • Kit Travão Disco Trás M6100 – 70,88 euros
  • Pedaleiro 12v 175 mm 32d (para linha corrente 52 mm) – 80,00 euros
  • Disco de travão 160 mm – 18,63 euros
  • Disco de travão 180 mm – 22,00 euros
  • Cassete 12v 10-51d ICSM610012051 – 83,50 euros
  • Corrente 12v 126 elos Quick Link ICNM6100126Q – 21,30 euros

Mais informação:

Agente Shimano na montagem:

PUB
Lazer Sphere

NEWSLETTER GORIDE.PT Newsletter GoRide.pt

Nuno Margaça
Homem ou máquina? Ficamos na dúvida... Mas será que estar à beira de ter dez Titan Desert nas pernas não é suficiente para termos a resposta...? Um dos mentores do projeto GoRide.

Também vais gostar destes!