A última etapa de montanha desta 110ª edição da Volta a França começa com intenções declaradas de triunfo no topo de Le Markstein Fellering, num dia explosivo e no qual Tadej Pogacar (UAE Emirates) voltou à boa forma física batendo os seus adversários diretos e alcançando a segunda vitória neste Tour 2023.

PUB
Prototype

Victor Campenaerts (Lotto-Dstny) e o seu colega de equipa Jasper De Buyst foram os primeiros a atacar a corrida logo ao primeiro km, mas não passaram da primeira ascensão do dia, na qual o pelotão rodava compacto. Giulio Ciccone (Lidl-Trek) arrecadou os pontos da montanha, ficando mais perto da vitória da classificação que viria mesmo a alcançar na subida seguinte.

PUB
Giant TCR 2024

Carlos Rodriguez (Ineos Grenadiers) na descida do Ballon d’Alsace sofre um acidente aparatoso ao km 33, levando ao chão consigo Sepp Kuss (Jumbo-Visma). Os dois atletas sofrem lesões na cara e em ambos os lados do corpo. Esta situação fez com que o pelotão ficasse cortado, com Jonas Vingegaard (Jumbo-Visma) a escapar-se com os primeiros, tendo depois esperado pelo pelotão…

PUB
Beeq

Daqui sairam os seis primeiros ciclistas que encetaram a fuga do dia, ainda com 80 kms por percorrer. Giulio Ciccone, Mattias Skjelmose (Lidl-Trek), Krists Neilands (Israel-Premier Tech), Warren Barguil (Arkea-Samsic), Tom Pidcock (Ineos Grenadiers), Maxime Van Gils (Lotto-Dstny). Mais à frente juntam-se Thibaut Pinot (Groupama FDJ), Valentin Madouas, Rigoberto Uran (EF Education-EasyPost) e Kevin Vermaerke (DSM-Firmenich).

A corrida seguia a ritmo elevado com o pelotão a ser controlado pela equipa dos Emirates, que tinha pretensões claras à vitória na etapa com o camisola branca. Com a vantagem máxima a atingir os 1m30s para a frente, na penúltima subida, a Petit Ballon, Thibaut Pinot arranca sozinho e faz a França sonhar, atravessando o topo rodeado por um mar efusivo de gente, em honra da sua última participação no Tour.

PUB
TrekFest 2024

Infelizmente para Pinot, os homens da geral estavam já próximos e no início da última súbida o grupo era de apenas dez corredores. A 14 kms do fim, Pogacar ataca com Vingegaard (Jumbo-Visma) na sua roda. Felix Gall (AG2R Citroen) junta-se também à dupla de luxo e rapidamente alcançam Pinot e os restantes elementos da fuga, e também rapidamente os deixam para trás…

Rodríguez vinha em sofrimento visível, e Simon Yates (Jayco) vai em busca de subir a quarto na geral, levando consigo o seu irmão, Adam Yates (UAE Emirates), e a cerca de 5.000 metros da meta chegam aos três da frente.

Com esta situação de corrida, Adam liderou o sprint para Tadej Pogacar, que efetivamente venceu a última etapa de montanha do Tour 2023, a sua segunda nesta edição. Felix Gall e Jonas Vingegaard fazem segundo e terceiro, respetivamente.

Estão praticamente fechadas as classificações: Jonas Vingegaard segue líder para a etapa de consagração em Paris, com Tadej Pogacar em segundo, a 7m29s, e Adam Yates em terceiro, a 10m56s.

Mais info:

Lê também:

Tour 2023 – 19ª etapa: Mohoric ganha por um triz [com vídeos]

Imagens: Twitter Volta a França

Também vais gostar destes!