No único contrarrelógio desta 110ª edição do Tour 2023, os dois principais candidatos à vitória em Paris partem com apenas dez segundos de diferença… Mas Jonas Vingegaard (Jumbo-Visma) estava no seu dia: além de vencer, distanciou Pogacar a mais de 1 minuto na geral…

PUB
TrekFest 2024

Com apenas 22 kms de extensão, este era um contrarrelógio de traçado ondulado e com final em subida, Combloux. O primeiro tempo de referência foi estabelecido pelo especialista Rémi Cavagna (Soudal-Quick Step), que com uma média de 37,647 km/h estabeleceu aquele que seria o tempo a ter em conta pelos homens que ambicionavam vencer esta etapa. Rémi optou por não trocar de bicicleta na subida final…

PUB
Schwalbe Pro One Tubeless

Depois, da Wout Van Aert (Jumbo-Visma) não pára de surpreender com a sua boa forma física. O ciclista belga foi o único, no espaço de duas horas, a conseguir retirar Cavagna da cadeira de líder, estabelecendo um novo tempo mais rápido, gastando 35 segundos a mais e com uma média final de 37,912 km/h.

E as atenções voltaram-se depois para os dois últimos a partir: Tadej Pogacar (UAE Emirates) e Jonas Vingegaard. As dúvidas pairavam sobre a forma física, a pré-época, as lesões e o desgaste de duas semanas de Volta a França. Mas o que acabou por acontecer foi uma performance extraordinária do líder da Jumbo e atual camisola amarela do Tour 2023.

As táticas também foram diferentes, com a UAE a efetuar a troca da bicicleta de contrarrelógio pela regular para Pogacar atacar a subida final. Por outro lado, Vingegaard manteve a tática usada com Van Aert…

PUB
Cube Stereo ONE

Tadej Pogacar faz um contrarrelógio exímio, e chega praticamente a alcançar Carlos Rodríguez (Ineos-Grenadiers); contudo, fica apenas com o segundo melhor registo do dia, pois o “super” Vingegaard quase que dobra o esloveno ao cruzar a meta, ganhando 1m38s nos 22 kms percorridos.

Nota para Adam Yates (UAE Emirates), que consegue entrar no pódio e ocupa agora o terceiro lugar na classificação geral. Contas feitas, Jonas Vingegaard defende e amplia a vantagem da camisola amarela, seguido por Tadej Pogacar, a 1m48s, e Adam Yates ocupa o terceiro posto, a 8m52.

Mais info:

Lê também:

Tour 2023 – 15ª etapa: Wout Poels e a vitória histórica! [com vídeo]

Imagens: Twitter Volta a França 

Também vais gostar destes!