Wout Poels (Bahrain-Victorious) venceu hoje no topo do Mont Blanc, nesta que é a primeira vitória de sempre do ciclista na Volta a França e também numa grande volta. Por outro lado, a luta pelo top-10 do Tour 2023 intensifica-se, e pela camisola amarela equilibra-se…

PUB
Giant TCR 2024

Um das etapas mais aguardadas desta edição da Volta a França: Mont Blanc! Pela sua própria dureza e pela dureza que existiu nos 180 kms de etapa. Foi mais um dia de temperaturas elevadas, com mais uma queda coletiva e muita “guerra” tática no pelotão.

Sem surpresas, a 15ª etapa arranca de forma rápida e fugaz, e com tantas tentativas de fuga chegou mesmo a existir um corte no pelotão em que alguns nomes da geral ficaram; falamos de Sepp Kuss (Jumbo-Visma) e Felix Gall (AG2R-Citroën).

Na frente da corrida, a iniciativa de fuga contava com quarenta corredores de diversas equipas, esta que obteve maior vantagem após uma queda coletiva no pelotão ao km 52. Com muitos nomes sonantes, a qualidade da fuga era inegável, e mais viria-se mesmo a confirmar que a vitória daqui iria sair. Entretanto, no pelotão a corrida fazia-se para a subida final…

Rui Costa (Intermarché-Circus-Wanty) chegou mesmo a andar em fuga, primeiramente com Marco Haller (Bora-Hansgrohe) e pouco mais tarde a solo no Col de la Croix Fry, a cerca de 60 kms do fim.

PUB
Orbea Genius Dealers

Rui não chega sequer ao topo da subida sozinho, foi absorvido por 19 ciclistas, com Ciccone (Lidl-Trek) a ir buscar mais alguns pontos para a classificação da montanha. O próximo ataque seria de Marc Solar (UAE Emirates), que viria a ganhar a companhia de Wout Van Aert (Jumbo-Visma), Wout Poels e Krists Neilands (Israel-PremierTech), com Krists a perder o contacto devido a uma queda aparatosa na descida.

O trio da frente entra na subida final e Wout Poels não esperou muito tempo para se destacar. O ataque a 10 kms do fim foi “fatal” para Van Aert e Soler, que nunca mais alcançaram o ciclista da Bahrain. Wout Van Arte cruza a meta em segundo e Mathieu Burgaudeau (Total Energies) em terceiro.

No pelotão, o início da última subida prometia ação, com a Emirates a retirar a Jumbo do controlo do já reduzido pelotão e a impôr ritmos mais altos nas pendentes, que eram igualmente altas.

PUB
Giant TCR 2024

À imagem do que aconteceu na etapa de ontem, ficamos com Adam Yates (UAE Emirates), Tadej Pogacar (UAE Emirates) e Jonas Vingegaard (Jumbo-Visma) no “jogo” e à espera do derradeiro ataque por parte do camisola branca ou amarela. Yates adianta-se na tentativa de recuperar tempo para Carlos Rodríguez (Ineos Grenadiers), que tinha aberto um pouco de espaço, mas de Pogacar e Vingegaard nada…

A cerca de 1 km, Pogacar tenta, Jonas não “larga”, Pogacar tenta novamente e Jonas… não “larga”! Os favoritos à vitória do Tour 2023 cruzam a meta lado a lado, e foi dado o empate de forças no Mont Blanc.

Jonas Vingegaard segue líder por mais um dia, Tadej Pogacar em segundo, a 10 segundos, e Carlos Rodríguez mantém o terceiro posto, a 5m21s. Nota para Adam Yates, que sobe a quarto na geral, e para Hindley, que agora ocupa a quinta posição.

Summit Finish Draws The Second Week To A Close! | Tour De France 2023 Highlights - Stage 15

Mais info:

Lê também:

Tour 2023 – 14ª etapa: Carlos Rodríguez ganha em dia de duelo na geral [com vídeos]

Imagens: Twitter Volta a França

Também vais gostar destes!