Wout van Aert impôs-se ao pelotão massivo no sprinte final, da primeira etapa do Tirreno-Adriático esta quarta-feira, que terminou em Camaiore. O corredor da Jumbo-Visma foi mais rápido de velocistas puros como Fernando Gaviria (UAE Team Emirates) e Caleb Ewan (Lotto-Soudal).

PUB
Beeq

A vitória dá a Van Aert uma vantagem de quatro segundos na classificação geral sobre Ewan e Gaviria, que estão nas posições seguintes. “A reta final foi muito longa, por isso teve de ser no momento certo. Já estava a alta velocidade quando vi a placa dos 200 metros, talvez um pouco antes, e pensei que não poderia esperar mais para lançar o meu sprint, para poder ter vantagem sobre os especialistas. Estou muito feliz”, contou Van Aert.

(Foto Tim de Waele/Getty Images)

O Tirreno-Adriático é apenas a segunda corrida do belga na temporada, depois da estreia no último fim-de-semana, na Strade Bianche, que tem a classificação geral em vista. “Creio que tanto hoje como na Strade Bianche, a nossa equipa foi muito forte”, opiniou Van Aert.

(Foto Tim de Waele/Getty Images)

“Estamos muito animados e com grande motivação para esta semana. Começar com uma vitória é perfeito para apontar à classificação geral final. Veremos o que as próximas etapas trazem, mas já alcançamos um objetivo…”, concluiu o belga.

PUB
Nova Mondraker Dune

Também vais gostar destes!