Thibaut Pinot deverá prescindir do Tour para apostar no Giro este ano. Segundo fontes próximas do corredor francês, o objetivo com a mudança de planos comparativamente às últimas duas temporada é o de evitar a pressão a que tem sido submetido, nos últimos anos, pela opinião pública e a imprensa do seu país, para assumir a candidatura ao trunfo na grande competição do seu país, até agora sem êxito.

PUB
Giant TCR 2024

A Groupama-FDJ deve anunciar o programa e os objetivos competitivos para 2021 durante um evento com a imprensa da equipa, na próxima terça-feira. No entanto, alguns ‘media’ franceses avançam que Pinot regressará ao Giro de Itália, repetindo as presenças de 2017 e 2018.

Queda grave à chegada a Nice, na primeira etapa do Tour de 2020, prejudicou o desempenho do francês na prova

Pinot voltou ao Tour em 2019 e parecia em boa posição para lutar pela vitória, até uma lesão muscular tê-lo forçado a abandonar. Em 2020, o francês deveria liderar uma vez mais a Groupama-FDJ, mas teve uma queda grave na primeira etapa, em Nice, e sofreu com dores nas costas durante o resto da corrida. No final da época, Pinot começou na Vuelta, mas abandonou após três etapas, ainda mal recuperado da lesão das costas.

Pinot celebra a vitória na etapa do Tourmalet, no Tour de 2019

Pinot poderá, assim, defrontar Vincenzo Nibali (Trek-Segafredo), Simon Yates (BikeExchange), Tao Geoghegan Hart (Ineos Grenadiers), Remco Evenepoel (Deceuninck-QuickStep) e Mikel Landa (Bahrain Victorious). Egan Bernal (Ineos Grenadiers) também poderá mudar os seus planos este ano, trocando o Tour pelo Giro.

PUB
TrekFest 2024

Também vais gostar destes!