A Scott Foil surge com novas caraterísticas, numa altura em que vêm aí a maior montra para o ciclismo de estrada. A Volta a França arranca este sábado, em Nice, e o renovado modelo da marca será utilizado pelos ciclistas da Mitchelton-Scott.

- - - Pub - - -

Specialized Recolha em Loja

As principais mudanças centram-se nos cabos completamente integrados e na possibilidade de se colocar pneus mais largos, ou seja, até 30C. O modelo passa também a estar disponível apenas com travões de disco. A forqueta foi assim redesenhada, mas o quadro continua a ter como principais destaques a aerodinâmica e o seu pouco peso. A marca diz mesmo que a Foil é uma das bicicletas “aero” mais leves do mercado.

Portanto, o cockpit foi renovado. A forqueta foi “redesenhada de forma a suportar as forças assimétricas dos travões de disco e de forma a garantir a ventilação e aerodinamismo junto dos travões”, explica a Scott, que acrescenta: “A passagem de cabo é interna e tem tolerância suficiente para acomodar pneus até 30C.”

A Foil Disc vem equipada com eixos passantes 12mm à frente e atrás. A marca refere ainda que “a cabeça do eixo dianteiro tem 25mm de diâmetro”, o que permite um maior contato entre a forqueta e o eixo, equilibrando a distribuição das forças de travagem no eixo da frente.

“A cabeça do eixo traseiro tem 20mm de diâmetro porque as cargas são menores. Em ambos os eixos, a alavanca pode ser retirada para melhorar a performance aerodinâmica da bicicleta”, afirma a Scott.

E com precisamente a aerodinâmica a ser um foco essencial, a marca salienta como a “testa da nova Foil foi totalmente redesenhada com um perfil de tubo estudado ao milímetro, de forma a melhorar as suas propriedades aero”. Diz ainda que as camadas de carbono adicionadas à frente da testa, tornam a bicicleta ainda mais aerodinâmica.

De realçar ainda que o quadro da Foil “está disponível com duas versões de dropout traseiro, um para desviadores tradicionais e outro para sistema direct mount”.

A Scott explica que o direct mount é um standard da Shimano, disponível nos grupos Dura Ace e Ultegra e que permite mais espaço para remover a roda traseira, ou seja, torna a operação muito mais simples e rápida.

Mais informações:

GoRide

Subscreve a Newsletter GoRide!

Todos os artigos diretamente no teu email.