Depois de uma pequena pausa para descanso após a Volta a Espanha, Primoz Roglic embarca na campanha de clássicas italianas, que marca o final da temporada. Para o arranque, o esloveno da Jumbo-Visma participa Volta a Emília este sábado, uma semana antes do grande objetivo, o Giro da Lombardia. Nas duas provas, enfrentará o compatriota Tadej Pogacar (UAE Emirates), mas não só

PUB
Novidades Trek 2024

Dentro da sua equipa, Roglic será o único líder, uma vez que Jonas Vingegaard – e Sepp Kuss – encerraram a temporada, e Wout van Aert, por exemplo, está a preparar-se para o Mundial de Gravel no próximo dia 8.

Apesar da ausência de Robert Gesink, que está doente, Roglic fará acompanhar-se de uma equipa fortíssima, com Tiesj Benoot, Koen Bouwman, Gijs Leemreize, Sam Oomen, Jan Tratnik e Attila Valter, para fazer frente à igualmente poderosa armada da UAE Emirates.

PUB
Cube Stereo ONE

Nesta última, Tadej Pogacar também não quis facilitar nos ensaios ao ataque ao Giro da Lombardia e será apoiado por uma formação valorosa, que inclui Jay Vine, Adam Yates, Diego Ulissi ou Juan Ayuso.

PUB
KTM

Este será um reencontro especial para ‘Rogla’ e ‘Pogi’, que não se defrontam desde o Tour de França de 2022, que o corredor da Jumbo-Visma foi forçado a abandonar após queda e o compatriota da UAE Emirates perdeu para o companheiro de equipa do seu adversário de agora, Jonas Vingegaard.

Antes, o último confronto entre ambos remonta precisamente a esta semana de clássicas italianas em 2021. Roglic venceu, então, a Volta a Emília e a Milão-Turim, antes de Pogacar vingar-se na Volta à Lombardia.

No papel, o Giro della Emilia é mais adequado a Roglic, que o venceu duas vezes, em 2019 e 2021. Mas deparam-se-lhe várias questões: será que conseguirá ignorar todos os rumores que correm por estes dias sobre a sua saída da Jumbo-Visma? Será que se recuperou bem da Vuelta? Respostas este sábado.


Imagens Jumbo-Visma e UAE Emirates

Também vais gostar destes!