A 2ª etapa do Paris-Nice foi pouco mais do que um longo bocejo. Os únicos animadores previstos não apareceram – uma fuga de um grupo de roladores de respeito e o vento cruzado – nas estradas da Corrida ao Sol, e assistiu-se a uma corrida extremamente monótona, em que nada aconteceu, a não ser o inevitável sprint massivo para decidir o vencedor do dia.

PUB
Giant TCR 2024

E este foi um… neerlandês. Mas não necessariamente quem mais se esperava, como Olav Kooij (Visma Lease a Bike), vencedor da etapa de abertura, ou mesmo Fabio Jakobsen (dsm-firmenich PostNL) ou Dylan Groenewegen (Jayco AlUla). Desta vez, emergiu do grande grupo Arvid de Kleijn, velocista da Tudor.

 

Mas não foi propriamente uma surpresa. Kleijn já tinha sido terceiro no domingo em Les Mureaux, na etapa de abertura, atrás de Kooij e de Mads Pedersen (Lidl-Trek), e confirmou a sua boa forma com este triunfo prestigiante.

PUB
Riese & Müller Multitinker

O vencedor da Milão-Turim 2023 – que, além de abrir a sua contabilidade em provas do WorldTour, confere também essa estreia absoluta à sua equipa neste primeiro sucesso neste nível superior de competição -, impôs-se ao neozelandês Laurence Pithie (Groupama-FDJ) e ao seu compatriota Groenewegen.

Por seu turno, Laurence Pithie assume, devido às bonificações, a camisola amarela de líder da classificação geral, em detrimento de Olav Kooij, que foi apenas 17.º classificado. Esta é a primeira vez desde 2018 com Arnaud Démare, que um corredor da Groupama-FDJ – e até mesmo de uma equipa francesa – veste a camisola amarela na Paris-Nice.

Pithie está à frente de Mads Pedersen (Lidl-Trek), apenas oitavo esta segunda-feira, e de Olav Kooij, todos classificados no mesmo segundo.

PUB
TrekFest 2024

Classificação


Créditos da imagem: Paris-Nice Twitter – https://twitter.com/ParisNice/status/1764700492280533450/photo/1

Também vais gostar destes!