A edição do Critérium du Dauphiné arrancou a vitória, em solitário, de Brent Van Moer (Lotto Soudal) em Issoire, no último domingo. O belga fez parte de uma fuga de quatro homens na primeira etapa da corrida de oito dias, de que descartou nas subidas da última volta a um circuito final.

PUB
Specialized Levo

Nesse ponto, a faltarem 16 km, o pelotão estava com 1.30 minuto de atraso, mas, apesar dos esforços da BikeExchange e AG2R Citroën, não conseguiu apanhar Van Moer. Sonny Colbrelli (Bahrain Victorious) liderou o grande grupo para o segundo lugar, 25 segundos atrás de Van Moer, com Clément Venturini do AG2R a fechar o pódio.

“Na semana passada fiquei muito desapontado – fiz uma grande escapada, mas tive azar. Hoje queria mostrar que poderia ter sucesso, e estou muito feliz por fazê-lo entre todos estes grandes nomes”, afirmou Van Moer, que graças ao triunfo é o primeiro líder do Dauphiné.

Foi um dia em que a maioria dos favoritos terminou com segurança no pelotão, à exceção de Brandon McNulty (UAE Emirates), que sofreu um problema mecânico antes das subidas finais e perdeu mais de quatro minutos.

PUB
KTM

Também vais gostar destes!