A segunda tentativa de duelo dos grandes corredores eslovenos numa grande volta, entre Tadej Pogacar e Primoz Roglic, após a desistência deste último no Tour de França, não se concretizará na Vuelta a Espanha deste ano.

PUB
Garmin

O vencedor do Tour decidiu não participar na corrida espanhola, em que está confirmada a presença do seu compatriota e recente medalha de ouro olímpica no contrarrelógio, nos Jogos de Tóquio. Roglic tentará conquistar a sua terceira coroa consecutiva na Vuelta e entrar um grupo restrito em que estão Roberto Heras e Tony Rominger.

Roglic segue para Espanha como o líder da Jumbo-Visma, apoiado por Sepp Kuss, e assume-se desde logo com um dos principais favoritos à vitória, estatuto que partilha com Egan Bernal (Ineos Grenadiers), vencedor do Giro de Itália de 2021.

Ao invés, Tadej Pogacar, que ganhou a medalha de bronze na corrida de fundo dos Jogos Olímpicos, atrás de Richard Carapaz (ouro) e Wout van Aert (prata) tomou a decisão de descansar e não tentar a conquista de duplo triunfo Tour-Vuelta.

“Estou de volta à bicicleta depois de algumas semanas incríveis”, disse Pogacar. “Tive um pouco de descanso depois de Tóquio e com a equipa decidimos que não participaria na Vuelta, infelizmente. Com certeza, estarei de volta em breve a essa prova.”

PUB
Giant TCR 2024

Pogačar ainda tem corridas importantes antes do final da temporada, incluindo a Clássica da Bretanha, em Plouay, a 29 de agosto, o Campeonato da Europa de fundo em Trentino, a 12 de setembro, o Campeonato do Mundo de Estrada (prova de fundo), em 26 de setembro 26 e o Giro da Lombardia, em 9 de outubro.

“Ainda será uma temporada muito interessante”, disse o esloveno de 22 anos.

Também vais gostar destes!