Laurens De Plus admite estar ansioso por estrear-se ao serviço na Ineos Grenadiers, equipa para onde se transferiu no final de 2020, proveniente da Jumbo-Visma, após um ano conturbado, em alinhou apenas em quatro provas pela formação holandesa.

PUB
TrekFest 2024

O belga de 25 anos diz que não será apenas um dos gregários das principais figuras da equipa britânica nas montanhas. Embora reconheça que estará ao serviço de Bernal, Carapaz ou Thomas nas grandes Voltas, De Plus adianta que terá a oportunidade de liderar a Ineos Grenadiers nalgumas corridas, como as clássicas das Ardenas. “Não será como, provavelmente, todos pensam, tenho ambições”.

A Ineos permitiu que De Plus definisse alguns objetivos no calendário de 2021. “Indiquei as clássicas das Ardenas, que estão no meu coração. O objetivo é ser competitivo nessas provas para que que equipa continuar a apostar em mim, dando-me liberdade de ação”, acrescentou o ciclista.

O principal motivo da quase inatividade do trepador belga em 2020 foi uma lesão persistente na zona da bacia que, entretanto, foi totalmente debelada. “Fiquei muito feliz quando tive autorização para vestir o equipamento da Ineos, pela primeira vez, no dia 1 de janeiro. Isso deu-me uma descarga de adrenalina, estou ansioso para poder brilhar novamente este ano, como fiz em 2019”, afirmou Laurens De Plus.

“[2020] foi um pouco dececionante. Devido ao confinamento total, a temporada inteira foi condensada em três meses. E aquela lesão na bacia, antes do reinício da época, veio estragar tudo”, refere o novo corredor da Ineos.

PUB
KTM

Também vais gostar destes!