O galego Gustavo César Veloso (Atum General-Tavira-Maria Nova Hotel), que perdera mais de um quarto de hora no setor matutino da primeira etapa do Grande Prémio O Jogo, ganhou em solitário o segundo setor, disputado no sábado à tarde, com partida e chegada em S. Pedro do Sul. José Neves (W52-FC Porto), vencedor do primeiro setor, segurou a camisola amarela, apesar da aproximação de Luís Mendonça (Efapel).
Os 64,1 quilómetros foram animados por um trio que conseguiu afastar-se do pelotão dos favoritos. Gustavo César Veloso, Jesús del Pino (Louletano-Loulé Concelho) e Tiago Machado (Rádio Popular-Boavista) destacaram-se da concorrência, mas não colocaram em perigo o comando de José Neves. Os dois espanhóis iniciaram o segundo setor com um atraso superior a 15 minutos, enquanto o minhoto partira com quase cinco minutos de desvantagem.
Aproveitando a liberdade, os três homens disputaram entre eles o segundo setor da etapa. Gustavo César Veloso foi o mais forte, cortando a meta ao fim de 1h4718s. Jesus del Pino foi segundo e Tiago Machado terceiro, ambos a 26 segundos.
Luís Mendonça encabeçou o grupo dos favoritos, que cortou a meta muito “cortado”, a 1m47s do vencedor. Mendonça iniciou o segundo setor no segundo posto da geral, a 18 segundos de José Neves. À tarde recuperou 6 segundos, mantendo o segundo lugar na tabela acumulada, a 12 segundos do alentejano da W52-FC Porto. Joni Brandão (W52-FC Porto) subiu à terceira posição da geral, a 34 segundos de Neves.
O GP O Jogo termina neste domingo. A segunda etapa, com 138,2 quilómetros, começa (11h55) e termina (15h20) em Vieira do Minho.
PUB
Riese & Müller Culture

Também vais gostar destes!