Nos campeonatos do mundo de ciclismo de Glasgow, disputou-se ontem a prova de BTT maratona (XCM), com muita lama à mistura, portugueses em prova e novos campeões mundiais, naturalmente. São eles Henrique Avancini (Brasil) na categoria masculina e Mona Mitterwallner (Austrália) entre as senhoras.

PUB
Nova Mondraker Dune

Avancini não é “novato” nos lugares cimeiros do pódio em campeonatos do mundo, pois já em 2018 o atleta brasileiro havia alcançado o primeiro lugar em terras italianas. E refira-se que também já andou em lugares de pódio em algumas etapas da Taça do Mundo de XCO, em tempos…

Num traçado composto por 96,5 kms e 3.200 metros de acumulado, os ciclistas atravessaram cinco florestas, e aquilo que se observava era um Avancini sempre o mais forte que a concorrência… Cedo houve movimentações importantes, com um grupo da frente restrito a apenas cinco corredores: Baum, Hatherly, Samparisi, Mason e Avancini.

Quando o relógio da prova marcava 2h30m, o brasileiro distanciou-se do grupo e nunca mais foi alcançado, apesar da perseguição de Baum e Balmer, ambos sozinhos.

Henrique Avancini terminou a prova em 4h14m42s, 28 segundos à frente de Martin Stosek (República Checa), que terminou em segundo após boa recuperação na parte final, e Lukas Baum (Alemanha), que fechou o pódio com um tempo de 4h16m25s.

PUB
Nova Mondraker Dune

Os portugueses em prova foram José Dias, que terminou em 6º lugar com quase quatro minutos de atraso, e Tiago Ferreira, que ficou no 27º posto final, com um tempo de 4h27m35s.

Na prova feminina, o duelo foi feito em dupla, com Mona Mitterwallner e Candice Lill a destacarem-se da concorrência. A iniciativa parte de Candice numa fase muito precoce da prova, e Mitterwallner é a única ciclista capaz de acompanhar a sul africana.

A australiana tinha mesmo um “trunfo” para “jogar” e a certa altura aumentou de tal forma o ritmo que rapidamente deixou Lill a mais de dois minutos de distância… Embora esta ainda tenho conseguido encurtado a distância, já não alcançou a nova campeã do mundo de XCM: Mona Mitterwallner.

PUB
Giant TCR 2024

Em segundo lugar ficou então Candice Lill, a 54 segundos, e Adelheid Morath termina em terceiro, a 9m50s da vencedora.

Mais info:

Lê também:

Iuri Leitão é campeão do mundo em omnium [com vídeos]

Imagens: UCI // Federação Portuguesa de Ciclismo

Também vais gostar destes!