Luís Mendonça, Glassdrive-Q8-Anicolor, venceu ontem a 2ª etapa do Grande Prémio Douro Internacional, depois de ter vencido também a tirada de ontem da prova, e reforçou a liderança na classificação geral.

PUB
Orbea Genius Dealers

O ciclista de 37 anos percorreu os 135,5 kms que ligavam Tabuaço a Armamar em 3 horas, 41 minutos e 9 segundos, batendo assim a concorrência de Luís Gomes (Kelly-Simoldes-UDO) e de Frederico Figueiredo (Glassdrive-Q8-Anicolor), atletas que fecharam o pódio, respetivamente.

Luís Mendonça, vencedor da 3ª etapa.

Debaixo de um calor muito forte, foi-se formando um grupo de seis fugitivos desde o km 36, fuga esta que apenas foi anulada ao km 126. No último km foram vários os ataques, mas Luís Mendonça mostrou-se à altura e acabou por vencer a etapa.

Fruto das bonificações, o ciclista da Glassdrive-Q8-Anicolor tem agora 18 segundos de vantagem sobre Joaquim Silva (Efapel) e 19 sobre Luís Gomes (Kelly-Simoldes-UDO). Lidera também a classificação por pontos.

Nas restantes categorias, Rodrigo Caixas (Credibom-LA Alumínios-Marcos Car) é o ‘homem’ da montanha, Gonçalo Carvalho (Tavfer-Ovos Matinados-Mortágua) lidera nas metas-volantes, César Fonte (Rádio Popular-Paredes-Boavista) nas metas autarquias e nos sprints especiais, Gonçalo Leaça (Credibom-LA Alumínios-Marcos Car) nos pontos quentes e Alexandre Montez (Credibom-LA Alumínios-Marcos Car) é o camisola branca.

PUB
Nova Mondraker Dune

Hoje está na estrada a 3ª etapa do Grande Prémio Douro Internacional 2023, que liga Pinhão e Alijó num total de 161,1 kms. O percurso avizinha-se duro, com dois prémios de montanha de 1ª e 2ª categoria e uma chegada a subir que promete mexer com a corrida…

Mais info:

Lê também:

Grande Prémio Douro Internacional: Luís Mendonça vence 1ª etapa

Imagens: Federação Portuguesa de Ciclismo

PUB
Prototype

Também vais gostar destes!