Egan Bernal e Remco Evenepoel aproximam-se da liderança do Giro, à sexta etapa, a primeira com uma contagem de montanha (2.ª categoria) a coincidir com a meta.

PUB
Giant Trance X Advanced E+ Elite

O colombiano da Ineos-Grenadiers atacou a 2 km do final e apenas o suíço da Deceuninck-QuickStep, Giulio Ciccone (Trek-Segafredo) e Dan Martin (Israel Start-Up Nation) foram os únicos que conseguiram seguir o vencedor do Tour de França de 2019.

Bernal e Evenepoel adiantaram-se aos seus principais adversários na luta pelo triunfo final no Giro, num dia em que Alesandro de Marchi perder a camisola rosa, que pertence agora ao jovem prodígio húngaro de 22 anos, Attila Valter, da Groupama-FDJ.

Evenepoel é, agora, o segundo classificado da geral, a onze segundos de Valter, seguido de Bernal, a 16 segundos. O russo Aleksander Vlasov (Astana) é o quarto, a 24 segundos. João Almeida fez uma boa etapa, já trabalhou para Evenepoel e não perder muito para os primeiros, ocupando a 28.ª posição, a 4.49 minutos do ‘maglia rosa’.

PUB
Selle SMP

O vencedor da etapa foi o suíço Gino Mader (Barhain-Victorious), o único resistente da fuga do dia, que cruzou a linha de chegada apenas 12 segundos à frente do quarteto liderado por Egan Bernal.

Também vais gostar destes!