O britânico Geraint Thomas vai receber o Prémio Prestígio da 50.ª Volta ao Algarve. O galês da INEOS Grenadiers será agraciado na quinta-feira, antes do arranque da segunda etapa da prova, em Lagoa.

PUB
Cube Stereo ONE

A organização da prova decidiu distingue Geraint Thomas por ser “um dos ciclistas em atividade com um palmarés mais impressionante”, destacando a vitória na Volta a França (2018), a segunda posição em 2019 e a terceira em 2022, além de ‘vice’ na Volta a Itália em 2023, além de dois ouros olímpicos na pista (perseguição por equipas, em Pequim2008 e Londres2012).

Aos 38 anos, Geraint Thomas vai iniciar a sua 18.ª época como profissional na Volta ao Algarve, prova que conquistou em 2015 e 2016.

O Prémio Prestígio foi atribuído pela primeira vez em 2016, com a organização a decidir partilhar o galardão entre o suíço Fabian Cancellara, o espanhol Alberto Contador e o belga Tom Boonen.

No ano seguinte, a escolha recaiu no alemão Tony Martin e, em 2018, o agraciado foi o belga Philippe Gilbert. O italiano Vincenzo Nibali foi distinguido em 2020, depois de o prémio não ter sido atribuído em 2019, e em 2021 foi Sérgio Paulinho, o único medalhado olímpico do ciclismo português (prata na prova de fundo de Atenas2004), a merecer o reconhecimento da organização.

Em 2022, o diretor desportivo da Intermarché-Wanty-Gobert, o belga Hilaire van der Schueren, foi o primeiro não ciclista a receber o Prémio Prestígio, uma tradição que foi retomada no ano passado, com a escolha a recair no sprinter norueguês Alexander Kristoff.


Créditos da imagem: Twitter Geraint Thomas – https://twitter.com/GeraintThomas86/status/1750168254897672230/photo/1

PUB
Orbea Genius Dealers

Também vais gostar destes!