Já tinha andado perto e se há ciclista em Portugal que soma top dez, é Frederico Figueiredo. Porém, aos 29 anos, faltava-lhe uma vitória como profissional. Esta chegou e a dobrar. O ciclista da Atum General-Tavira-Maria Nova Hotel venceu a segunda etapa e a geral do Grande Prémio Internacional de Torres Vedras – Troféu Joaquim Agostinho.

“É uma vitória que já esperava há muito tempo, a minha primeira como ciclista profissional, ainda por cima numa corrida em que já estive muitas vezes na discussão. Estou extremamente feliz. É um triunfo para desfrutar e para dedicar ao meu filho, que vai nascer em Novembro. Só pensei nisso na recta da meta”, disse Frederico Figueiredo.

No momento de celebrar, não esqueceu os seus companheiros, que tanto trabalharam para preparar o ataque final na subida ao Parque Eólico da Carvoeira: “Trabalhámos para trazer a corrida sempre num ritmo elevado, de modo a que os adversários chegassem ‘justos’ à parte final. Isso aconteceu e eu tive a felicidade de não ter um azar como aqueles que me têm afectado.”

© Federação Portuguesa de Ciclismo

No sábado, na primeira etapa (145,6 quilómetros com início e fim em Torres Vedras), o vencedor foi Luís Mendonça, naquela que foi a primeira vitória da época para o ciclista que este ano chegou à Efapel. No entanto, no domingo (145,2 quilómetros que começaram no Turcifal), Mendonça não aguentou o ritmo imposto na subida final, mas segurou um lugar no pódio ao ser terceiro a oito segundos de Frederico Figueiredo. Luís Gomes, da Kelly-InOutBuild-UD Oliveirense, foi segundo, a cinco segundos.

O Troféu Joaquim Agostinho realizou-se depois de inicialmente ter sido adiado devido a um caso positivo de covid-19 num membro da organização. Em 2020 foi uma versão reduzida de apenas dois dias.

A última etapa

A Atum General-Tavira-Maria Nova Hotel aposto forte para levar o seu líder à vitória. Primeiro foi César Martingil a atacar, obrigando à perseguição. Na entrada da subida final, Alejandro Marque lançou-se na frente para desgastar ainda mais os adversários. Figueiredo atacou batendo toda a concorrência, num triunfo motivante quando a Volta a Portugal arrancar este domingo (27 de setembro).

As restantes classificações do 43º Troféu Joaquim Agostinho foram ganhas por: Luís Mendonça, pontos; Pablo Guerrero (Burgos-BH), montanha, Miguel Salgueiro (LA Alumínios-LA Sport), metas volantes e Gonçalo Carvalho (Rádio Popular-Boavista), melhor jovem. A equipa boavisteira de José Santos venceu ainda coletivamente.

Aqui ficam as classificações, via FirstCycling.