Amanhã, 1 de outubro, corredores amadores poderão competir com os melhores profissionais no primeiro Campeonato Europeu de Gravel, em Oud-Heverlee, na Bélgica.

PUB
KTM

Uma semana antes da 2.ª edição do Mundial de Gravel, em Veneto, na Itália, o estreante Europeu de Gravel (UEC) coincidirá com o Campeonato da Bélgica da disciplina, e terá como cabeças de cartaz os campeões mundiais Gianni Vermeersch e Pauline Ferrand-Prévot, numa longa lista de corredores de topo de diversas especialidades do ciclismo que estarão à partida.

PUB
Novidades Trek 2024

Especialistas em gravel como Jasper Ockeloen, Niki Terpstra, Laurens ten Dam, Paul Voss, Jade Treffeisen, Paulina Rooijakkers e Tessa Neefjes competirão num circuito ao redor de Brabant Woods contra a elite do ciclocrosse, liderada pela campeã mundial Fem van Empel, e ainda Yara Kastelijn, Sanne Cant, Laurens Sweeck, Eli Iserbyt e Michael Vanthourenhout.

Na categoria masculina só faltarão as estrelas Mathieu van der Poel, Wout van Aert e Tom Pidcock. O belga tem presença confirmada no Mundial.

Há também vários corredores de estrada que vão tentar o primeiro título europeu de gravel: Daniel Oss, Greg Van Avermaet, Alessandro De Marchi, Jasper Stuyven, Florian Vermeersch (embora este seja o campeão mundial de gravel em título), Thibau Nys, Tim Merlier, entre os mais ilustres no setor masculino.

No feminino, conta-se Lorena Wiebes. Os ex-profissionais de estrada Philippe Gilbert e Jan Bakelants também garantiram a participação.

Digno de nota é o facto invulgar de o Campeonato Europeu de Gravel (e Campeonato da Bélgica) reunir na mesma prova corredores profissionais e amadores. Porém, as partidas serão faseadas para os mais de 1.500 participantes de 30 países que estão inscritos e escalonados por categorias de idade.

O percurso é composto por duas voltas a duas versões do mesmo circuito, segundo a extensão. Os Elites Masculinos farão um total de cinco voltas: duas curtas, uma longa e depois outras duas voltas curtas, e as Femininas uma volta curta a menos no final.

O evento, além da vertente competitiva, terá especial enfoque na sustentabilidade e conservação da natureza dentro e fora do percurso, partilhado por amadores.

Lê também:

Taça Mundo XCO 2023 entra na ‘reta final’ em Snowshoe, EUA

Imagens: UEC Cycling Twitter

Também vais gostar destes!