Uma hora e meia depois do terceiro triunfo de Mathieu van der Poel (Alpecin-Deceuninck), Elisa Longo Borghini venceu a 21ª edição feminina da Volta a Flandres! No final de uma corrida emocionante, um trio apresentou-se para discutir os louros em Oudenaarde, onde a campeã italiana superou as rivais em sprint.

PUB
Prototype

Vencedora da Ronde pela segunda vez na carreira, nove anos depois do primeiro sucesso, a corredora da Lidl-Trek bateu a polaca Katarzyna Niewiadoma (Canyon // SRAM Racing) e a sua companheira de equipa neerlandesa Shirin van Anrooij.

Incapazes de seguir Longo Borghini e Niewiadoma em Paterberg, as duas grandes favoritas do dia, Marianne Vos (Visma-Lease a Bike) e Lotte Kopecky (SD Worx-Protime), terminaram respetivamente em quarto e quinto lugar.

Marcada desde os primeiros quilómetros por uma queda que provocou os abandonos de Marlen Reusser (SD Worx-Protime) e Elizabeth Deignan (Lidl-Trek), a edição 2024 do Tour de Flandres feminino começou a decidir-se no Koppenberg, quando oito corredoras conseguem escapar.

PUB
TrekFest 2024

PUB
Beeq

Saão elas, Katarzyna Niewiadoma (Canyon // SRAM Racing), Puck Pieterse (Fenix-Deceuninck), Marianne Vos (Visma-Lease a Bike), Letizia Paternoster (Liv AlUla Jayco), Elisa Longo Borghini (Lidl-Trek), Lorena Wiebes (SD Worx-Protime), Silvia Persico e Karlijn Swinkels (ADQ da UAE Emirates).

A vencedora das últimas duas edições, Lotte Kopecky, não estava em bom dia, não conseguiu segurar-se neste primeiro grupo, assim como a sua companheira Demi Vollering. As duas estrelas da SD Worx-Protime, no entanto, não desistiram e conseguiram alcançar as oito líderes. Antes da sequência chave de Old Kwaremont e Paterberg, Van Anrooij e Swinkels escapam e primeira isola-se mesmo.

No cume do Kwaremont, Van Anrooij tem uma vantagem de cerca de quinze segundos sobre Swinkels e Pieterse – tendo-se aproximado da compatriota na subida – e cerca de trinta sobre Kopecky, Vollering, Vos, Niewiadoma, Persico, Longo Borghini e Paternoster. Enquanto Pieterse e Swinkels são apanhadas no Paterberg, Longo Borghini e Niewiadoma avançam na última subida do dia e distanciam as adversárias.

A italiana e a polaca alcançam Shirin van Anrooij a 19 quilómetros de Oudenaarde. O trio, então, tem uma margem de 20″ sobre um grupo de cinco, onde estão Lotte Kopecky, Demi Vollering, Marianne Vos, Silvia Persico e Puck Pieterse. A diferença entre as líderes e as perseguidoras cresce ao longo dos quilómetros e foi Van Anrooij, Niewiadoma e Longo Borghini a discutirem a vitória, com a italiana a impor-se.

Classificação


Créditos da imagem:  UCI Twitter – https://twitter.com/UCI_cycling/status/1774468715897028633/photo/1

Também vais gostar destes!