Pelo segundo dia consecutivo no Critérium du Dauphiné uma fuga vingou. Lukas Pöstlberger (Bora-Hansgrohe) atacou no grupo de fugitivos que integrava e resistiu à perseguição do pelotão para vencer em Saugues, esta segunda-feira.

PUB
Riese & Müller Multitinker

Sonny Colbrelli (Bahrain Victorious) terminou em segundo… outra vez, enquanto Alejandro (Valverde) completou os três primeiros, à frente do pelotão dos favoritos, bastante selecionado nas duas subidas na parte final da etapa, que chegou a 11 segundos do vencedor.

O triunfo e os 11 segundos de vantagem sobre o pelotão dos favoritos permitiram a Pöstlberger ascender à liderança da classificação geral, após o anterior líder Brent Van Moer (Lotto Soudal) não ter conseguido seguir o ritmo na penúltima subida, terminando no grupo de Chris Froome (Israel Start-Up Nation), que também se atrasou.

O austríaco da Bora tem 12 segundos de vantagem sobre Colbrelli e Valverde a 20 segundos. “Planeie esta vitória há algumas semanas. Olhei para as duas primeiras etapas e pensei que com a ausência de muitos velocistas pudesse ter uma boa chance de as fugas vingarem”, afirmou Lukas Pöstlberger.

“Já tinha tentado ontem [1.ª etapa, no domingo), mas foi o meu companheiro de equipa que entrou na fuga certa. Hoje tive outra oportunidade”, disse o austríaco. “Foi difícil. Estava a forçar na subida para recuperar na descida. O último quilómetro foi horrível, uma dor terrível”.

PUB
Specialized Levo

 

Também vais gostar destes!