Primoz Roglic domina o Critério do Dauphiné e conquistou a segunda etapa alpina, este sábado, 8 de junho de 2024, reforçando a liderança da classificação, enquanto, em contraponto, Remco Evenepoel afunda-se.

PUB
Orbea Genius Dealers

A 7.ª etapa era considerada a etapa rainha e teve um herói que quase coroava a sua brava aventura em alta montanha: o espanhol Marc Soler, a UAE Emirates, mas que cedeu nos últimos quilómetros.

Numa com 4300 metros de desnível acumulado, de Albertville a 1600 de Samoëns, terminando numa duríssima subida de 10 km a 9,3%, a vítima foi Remco Evenepoel, que à imagem da etapa da véspera não conseguiu acompanhar o ritmo dos melhores. O belga cedeu ainda mais tempo, perdendo 1.43 minutos para Roglic, que era considerado o seu rival direto nesta corrida que serve de antecâmara ao Tour, onde ambos competirão.

PUB
Prototype

Perfeitamente apoiado pelos seus companheiros de equipa na subida final, o esloveno da BORA-hansgrohe mostrou a sua explosão para vencer o sprint ao norte-americano Matteo Jorgenson (Visma-Lease a Bike), que ascendeu à segunda posição da geral, de onde saiu… Evenepoel, agora apenas sexto, a 2.15 m de Roglic.

PUB
Schwalbe Pro One Tubeless

Classificações


Créditos da imagem: Critério do Dauphiné Twitter –https://www.procyclingstats.com/race/dauphine/2024/stage-7

Também vais gostar destes!