É a primeira grande revelação de 2021: Chris Froome exibe-se, pela primeira vez, com o equipamento da Israel Start-Up Nation, a sua nova formação a partir da temporada que se avizinha. O britânico, quatro vezes vencedor do Tour de França, protagonizou a transferência mais sonante da última época, culminando onze temporadas na Sky/Ineos.

PUB
BH GravelX

Numa publicação na sua conta do Instagram, Froome exibe-se com a também nova camisola da Israel Start-Up Nation, acompanhando a imagem com a legenda “Novos começos … Yalla!” usando a palavra hebraica para ‘Vamos!’, frequentemente usada pela equipa israelita. Mais tarde, também a equipa publicou imagens de Chris Froome com as suas novas cores na sua conta naquela rede social.

O regresso do ciclista britânico ao Tour, este ano, e a sua capacidade de lutar por uma quinta vitória na prova francesa são expectativas maiores para a nova temporada. Recorde-se que Froome regressou à competição em 2020, depois de recuperar do grave acidente no Critérium du Dauphiné de 2019, que ameaçou a continuidade da sua carreira. Contudo, a sua falta de competitividade retirou-o do alinhamento da Ineos para o Tour de 2020.

O britânico é uma das novas caras na equipa israelita do WorldTour. Os trepadores Michael Woods, Alessandro De Marchi e Carl Frederik Hagen também foram contratados, tal como o classicómano Sep Vanmarcke, o ‘capitão’ Daryl Impey e o contrarrelogista Patrick Bevin, além de dois neo-profissionais, Sebastian Berwick e Taj Jones.

‘Froomey’ deverá concentrar-se com os novos companheiros num estágio da equipa em Espanha, em meados de janeiro, e tem a estreia em competição prevista para a Vuelta a San Juan, na Argentina, na última semana deste mês. Todavia, a presença de formações estrangeiras está em risco devido ao iminente anúncio, pelo governo argentino, do prolongamento do estado de emergência, no combate à pandemia de Covid-19. A decisão é esperada esta segunda-feira (dia 4).

PUB
Orbea Genius Dealers

Também vais gostar destes!