Kasper Asgreen conquistou um impressionante triunfo a ‘dois tempos’ na clássica E3 Saxo Bank, na sexta-feira, atacando uma segunda vez, decisivamente, a cinco quilómetros do final, após ter estado em fuga solitária durante 54 km.

PUB
Specialized Levo

O campeão dinamarquês da Deceuninck-QuickStep venceu a prova à frente de um grupo perseguidor de elite, liderado por Mathieu van der Poel (Alpecin-Fenix) e que contava ainda com Greg van Avermaet e Oliver Naesen (AG2R Citroën), Dylan Van Baarle (Ineos Grenadiers) e ainda os companheiros de equipa de Asgreen, Zdenek Stybar e Florian Sénéchal, que foi segundo na corrida.

(Foto Tim de Waele/Getty Images)

Asgreen atacara a 66,7 km da meta, mas foi alcançado pelo referido grupo a menos de 10 km da chegada. Perante forte presença neste de corredores da sua equipa, o corredor nórdico voltou a lançar-se em fuga a menos de 5 km do final. O objetivo original de Kasper Asgreen seria o de forçar principalmente Van der Poel a gastar energia na perseguição, mas o dinamarquês encontrou força suficiente para resistir à perseguição e vencer a prestigiada clássica da Flandres, na Bélgica.

(Foto Tim de Waele/Getty Images)

“Eu sabia, depois do esforço na primeira fuga, que não teria chance no último quilómetro, então tinha que escapar outra vez para tentar chegar isolado se quisesse vencer a corrida. Era tudo ou nada naquele ponto”, contou Asgreen.

“Tentei usar a ilha de tráfego para distanciar-me deles [o grupo de perseguidores], de modo que pudesse obter um espaço antes que pudessem reagir. Não sei se isso fez a diferença. Acho que todos tiveram um dia difícil e todos estavam no limite”, acrescentou o corredor da Deceuninck.

PUB
Garmin

Também vais gostar destes!